Messi, Cristiano Ronaldo e a batalha pelo posto de maior goleador da história da Champions

Lateral-esquerdo do Barcelona elogia português do Real Madrid, mas aponta camisa 10 azul-grená como inigualável

Cristiano Ronaldo fez história nesta quarta-feira (12). Com seus dois gols na vitória do Real Madrid por 2 a 1 sobre o Bayern de Munique, em plena Allianz Arena, pelo duelo de ida das quartas de final, o gajo chegou a 100 tentos por competições europeias, sendo 97 pela Champions League e três pela Supercopa da Europa. O camisa 7 do Real Madrid é, atualmente, o maior artilheiro da UCL na história.

No entanto, ele tem um rival bem próximo dele e vai lutar pelo posto durante mais alguns anos. Logo atrás de CR7 está Lionel Messi, que tem 94 gols na Champions e também três na Supercopa Europeia. O argentino, por sinal, tem uma média melhor que o português.

Enquanto Cristiano Ronaldo precisou de 136 jogos para marcar 97 gols, tendo uma média de 0,71 gols por jogo, Messi precisou de 114 partidas para balançar as redes 94 vezes, tendo média de 0,82 tentos por duelo.

Rivais eternos na luta pela Bola de Ouro, o português e o argentino ainda vão duelar por algum tempo pelo posto de maior artilheiro da história da Champions League, que atualmente pertence ao camisa 7 do Real Madrid. No entanto, o gajo deve ter certa vantagem nesta temporada, já que o Real está próximo das semifinais após vencer o Bayern na Alemanha e tem uma boa vantagem no Santiago Bernabéu, enquanto o Barça precisará de um novo milagre contra a Juventus. Ao que tudo indica, CR7 fará mais jogos da UCL em 2016/17 do que Messi.