Messi ainda pode ser para Argentina o mesmo herói que é para o Barça

Até agora a carreira de Lionel Messi na seleção da Argentina está cheia de tristezas, derrotas e frustrações. Mas o sonho ainda está vivo. Após o show que ele deu na terça-feira (10), é possível acreditar em um final feliz.

Messi ainda não tem um grande título pela Argentina. Só teve conquistas nas categorias de base e na Olimpíada. A geração do país é considerada boa, mas não consegue sucesso. E ficou perto de um fracasso muito grande após empate com o Peru em La Bombonera.

Para o jogo seguinte, contra o Equador, a pressão era grande, principalmente em cima de Messi. Mas ele está acostumado com isso. Os fracassos ao longo dos anos fizeram com que ele fosse muito criticado. Em 2016, ele chegou a se aposentar da seleção. Voltou atrás dois meses depois.

Lionel Messi Edgardo Bauza Argentina 30082016


Bauza convenceu Messi a voltar para seleção (Foto: Argentina)

Agora conseguiu fazer uma grande atuação e colocou a Argentina na Copa do Mundo de 2018. E mira um sucesso maior: "foi injusto o que aconteceu na Copa do Mundo e nas duas Copas Américas passadas. Acabamos sofrendo para entrar na Copa de 2018. O time vai mudar e vamos crescer".

No Barça, Messi já conquistou todos títulos que podia. Na Argentina ele já fez 61 gols, é o maior artilheiro da história do país, mas falta uma grande conquista. Na Rússia, a história de Messi com a equipe nacional ainda pode ter o final feliz que tanto merece.