"Messi é um extraterrestre que joga com humanos. E nos treinos é mais terrível", diz Vidal

Arturo Vidal concedeu longa entrevista ao jornal francês L'Equipe e comentou diversos assuntos, desde a eliminação para o Liverpool na Liga dos Campeões da temporada passada até o treinador que mais marcou sua carreira.

O meio-campista do Barcelona foi perguntado sobre seu companheiro de clube, atual melhor do mundo e que nesta semana recebeu sua sexta Chuteira de Ouro , Leo Messi, e não poupou elogios ao argentino.

"É a particularidade da equipe e o que muda tudo. É um extraterrestre que joga com humanos. Todos que sabem um pouco sobre futebol reconhecem que Leo é o maior da história. E só se vê ele durante os jogos… nos treinamentos ele é ainda mais terrível".

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Sobre sua carreira, o chileno nunca foi campeão da Liga dos Campeões e trata a competição como uma obsessão. "Tenho um espaço no abdômen para tatuar a Champions", conta Vidal. "É a minha obsessão. Este ano creio realmente nela, porque estou no melhor time do mundo e o mais forte fisicamente para ir até o final por todos os títulos".

Ano passado, o Barça chegou até as semifinais da competição europeia e chegou a abrir uma vantagem de 3 a 0 no primeiro jogo. Mas na volta o Liverpool conseguiu uma das viradas mais espetaculares da história da Liga dos Campeões.

"Eu ainda estou com raiva. É difícil explicar o que aconteceu. Sem dúvida, houve muitos erros individuais e concentração insuficiente. No ano passado, a Liga dos Campeões era louca e não tinha lógica, porque o futebol é caprichoso", afirmou o chinelo.

La celebración de Vidal y la emoción de Guardiola
La celebración de Vidal y la emoción de Guardiola

Vidal já teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos melhores treinadores do futebol atual pelos clubes que ele passou. Mas Guardiola, que o comandou no Bayern, é quem o chileno mais elogia: "Tive a oportunidade de trabalhar com Ancelotti, Sampaoli, Allegri, Guardiola ... Ele me deu muito. Seu jeito de assistir futebol, sua pedagogia, sua ciência do jogo aéreo que sempre deve ser simples e rápido".

O Barcelona joga sábado contra o Eibar , fora de casa, e teve o clássico com o Real Madrid, que aconteceria em 26 de outubro, adiado para dezembro . Os recentes protestos na Catalunha e a falta de segurança para realizar o jogo foram os motivos desta mudança.

Leia também