Mesmo sem pista, Rio entra no calendário provisório de 23 provas da F1 2021, mas com ressalvas; entenda

Luke Smith
·4 minuto de leitura

Na reunião da Comissão da Fórmula 1 desta segunda (27), as equipes tiveram acesso ao calendário provisório da temporada 2021, que pode ser a mais longa da história da categoria. Segundo apurado, a versão apresentada conta com 23 corridas, incluindo duas rodadas triplas, a adição da Arábia Saudita e a manutenção do GP do Brasil, mas no Rio de Janeiro, apesar deste último ter diversas ressalvas por parte da F1.

Após uma revisão pesada do calendário de 2020 por conta da pandemia da Covid-19, finalizando com 17 corridas, a F1 deixou claro que o objetivo para o próximo ano era fazer um cronograma mais próximo do normal.

Leia também:

Verstappen: "Não importa" quem será o companheiro na Red Bull Gasly sente que está em sua melhor forma na F1: "Tenho abordado o final de semana de modo diferente" Massa: Schumacher trabalhava mais, Hamilton tem mais talento

As equipes receberam o primeiro rascunho do calendário na reunião desta segunda, que contou com a participação dos chefes das 10 equipes, além de membros da F1 e da FIA.

O Autosport / Motorsport.com apurou que o calendário provisório de 2021 conta com 23 corridas, com a adição do GP da Arábia Saudita junto às 22 provas originalmente planejadas para este ano.

A temporada de 2021 deve começar na Austrália em 21 de março, seguido do Bahrein na semana seguinte. Após duas semanas, o GP da China em 11 de abril e o GP do Vietnã no dia 25 do mesmo mês.

Uma das principais mudanças do calendário planejado é uma mudança do GP da Holanda para o segundo semestre. A corrida iria abrir o calendário europeu em 2020, mas agora formará uma rodada tripla com os GPs da Bélgica e da Itália após a pausa de julho.

Com isso, o GP da Espanha volta a ser a primeira corrida europeia do ano, em 09 de maio, antes de Mônaco no dia 23. O Azerbaijão deve manter sua mudança para o mês de junho, fazendo dupla com o GP do Canadá, antes da tradicional sequência de França, Áustria, Grã-Bretanha e Hungria, com este último finalizando a temporada antes da pausa em 01 de agosto.

As datas para o segundo semestre seguem fluidas, mas há uma segunda rodada tripla planejada para os GPs de Sngapura, Rússia e Japão.

Apesar do eventual calendário de 2020 contar com quatro rodadas triplas, incluindo nove provas em 11 semanas no início da temporada, as equipes alertaram a F1 que fazer três corridas em sequência não poderia ser a norma no futuro.

A F1 tentou fazer uma rodada tripla pela primeira vez em 2018, com corridas na França, Áustria e Grã-Bretanha, mas foi feito um acordo com as equipes para evitar isso novamente por causa da exaustão dos membros.

Ao formar uma rodada tripla com Singapura, Sochi e Suzuki, a F1, criou um vácuo extra de uma semana no calendário, onde o GP da Arábia Saudita pode integrar, com uma prova de rua em Jeddah mais próximo do final da temporada.

Com isso, a F1 será mais um campeonato internacional do esporte a motor a fazer um evento na Arábia Saudita, em um movimento similar ao da Fórmula E, que corre em Diriyah nos últimos anos, além de outros esportes como o boxe e o futebol.

A corrida deve ser o primeiro marco da entrada da Arábia Saudita na F1, em meio a planos de construção de um novo circuito de Qiddiya, localizado próximo da capital Riyadh.

Já o GP do Brasil deve mudar para o Rio de Janeiro em 2021, mas a prova segue sob muitas dúvidas, já que a construção do circuito ainda nem começou e o projeto enfrenta pressões de grupos ambientais, tendo sido criticado inclusive por Lewis Hamilton. Recentemente, o CEO da F1 Chase Carey, enviou uma carta ao governador em exercício do Rio falando sobre a situação do autódromo.

Apesar de preocupações sobre a viabilidade de alguns eventos devido à natureza incerta da pandemia da Covid-19, a F1 ainda não informou oficialmente as equipes sobre possíveis substitutas caso alguma prova do calendário venha a cair.

A pré-temporada também deve passar por mudanças, com pelo menos uma das semanas de testes próxima de mudar de Barcelona para o Bahrein antes do GP da Austrália.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

TOP-5: As maiores tretas entre campeões da F1

PODCAST: O mercado da F1 para 2021 e os 30 anos do bicampeonato de Senna

Your browser does not support the audio element.