Mesmo sem Ibra, United domina Chelsea e vence clássico em casa

O Manchester United jogou bem, dominou o líder Chelsea e fez 2 a 0 em Old Trafford, neste domingo, pela 33ª rodada do Campeonato Inglês. Rashford e Ander Herrera fizeram os tentos. Com a vitória, a equipe do técnico José Mourinho chegou aos 60 pontos, ainda em quinto lugar. Os londrinos pararam nos 75, mas permanecem na liderança.

A derrota do Chelsea anima ainda mais o Tottenham, vice-líder. Agora, a distância é de quatro pontos (75 a 71), restando seis jogos para cada um dos times. Nesta rodada, a diferença caiu, já que os Spurs fizeram 4 a 0 no Bournemouth.

No próximo fim de semana, o United pega o Burnley, pelo Inglês. Antes disso, decide vaga na semifinal da Liga Europa, diante do belga Anderlecht. Na ida, 1 a 1. O Chelsea também tem outro duelo antes de atuar pelo Nacional, no dia 25, diante do Southampton. No sábado, a equipe encara o Tottenham, pela semifinal da Copa da Inglaterra.

O jogo – O time da casa mostrou serviço cedo e logo abriu o placar. Em rápido contra-ataque, aos 6, Ander Herrera deixou Rashford na cara do goleiro Begovic, que substituiu o lesionado Courtois. O jovem teve calma e não desperdiçou, colocando o United em vantagem.

Mesmo com o placar favorável, os mandantes seguiram tentando. Aos 17, Ashley Young arriscou chute cruzado, em arremate que passou perto da trave. Pressionado, o líder Chelsea não conseguia ficar com a bola, para tentar a reação.

Ainda antes do intervalo, Rashford esteve perto de fazer seu segundo. Ele finalizou bem, a bola desviou e quase enganou o arqueiro rival, saindo em escanteio. Aos 45, Diego Costa até arriscou, mas o primeiro tempo chegou ao fim com o Chelsea bastante inferior.

E, para piorar, o segundo tempo começou como o primeiro. Logo de cara, gol dos Diabos Vermelhos. Aos 3, Ander Herrera bateu, a bola desviou e entrou no alto: 2 a 0. Na sequência, Lingard teve chance de praticamente matar o duelo, mas perdeu boa chance.

Inspirado, o jovem Rashford exigiu bela defesa de Begovic aos 24 minutos. Alguns minutos depois, ele foi ovacionado ao ser substituído. Em seu lugar, entrou Ibrahimovic, poupado de início pelo técnico José Mourinho.

Administrando o placar nos minutos finais, o United apenas trocou passes, curtiu a vibração da torcida e confirmou a vitória importante, na luta por vaga na próxima Liga dos Campeões.