Mesmo contra a vontade de atletas, Santos reduz 70% dos salários de parte dos colaboradores

Fábio Lázaro
LANCE!


Com dois dias úteis de atraso, a diretoria do Santos efetuou o pagamento de todos os colaboradores que recebem mais de R$ 6 mil/mês, incluindo os atletas, com 70% de redução. A medida foi adotada devido a pandemia do novo coronavírus.

A informação foi publicada inicialmente pela “Gazeta Esportiva” e confirmada pelo LANCE!.

Conforme antecipado pelo L!, a inciativa da direção havia sido comunicada e aprovado pelos funcionários, mas não pelos atletas. A ideia é que o clube ressarça metade da redução após o retorno das atividades, com isso, a redução definitiva seria de 35%.

Em contato com a reportagem, pessoas ligadas a diretoria afirmaram que o desejo da cúpula era uma redação proporcional igual, tanto para atletas do futebol, quanto para administrativo, mas os jogadores não aceitaram por considerarem-se “figuras principais da empresa”. Nenhum atleta, até o momento, manifestou-se sobre o assunto.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também