Mesmo com um a menos, Fluminense se impõe, mas precisa 'engrenar mais cedo' para voltar a vencer

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O empate com o Corinthians no último domingo, em São Januário, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro escancarou os pontos positivos e os negativos do Fluminense nesta temporada. O Tricolor demorou muito até criar uma grande chance de gol e viu o Timão, que mesmo sem eficiência, ter mais a posse de bola. Por outro lado, o time carioca mostrou que é capaz se impor sobre o adversário mesmo com um jogador a menos.

> Relembre os gols mais importantes de Fred com a camisa do Fluminense

O começo de primeiro tempo do Fluminense foi bem sonolento, a equipe apenas se defendia do Corinthians. Esperava-se, então, que o Tricolor conseguisse fazer jogadas de transição para puxar contra-ataques em velocidade, o que não acontecia.

A primeira grande chance veio aos 18 minutos. Depois de ótimo lançamento de Martinelli, Abel Hernández recebeu com liberdade de fora da área, mas isolou. A outra grande chance - esta já mais clara - também veio com o uruguaio. O volante Gabriel errou um corte, e Abel ficou cara a cara com Cássio dentro área. No entanto, o camisa 32 se afobou e a finalização saiu fraquinha, o que facilitou a defesa. Fora estes dois lances, o Flu pouco fazia.

Dessa forma, o Corinthians conseguiu abrir o placar. Gustavo Mosquito fez ótima jogada individual, invadiu a área e ganhou de Luccas Claro na corrida. O zagueiro, por sua vez, cometeu uma rara falha: errou o bote. O pênalti foi marcado, e Jô não desperdiçou.

Depois desse momento, veio um divisor de águas: o Fluminense acordou para a partida. Nos cinco minutos seguintes após o gol sofrido, o time de Roger Machado criou duas oportunidades que poderiam ter sido convertidas em gol - ou seja, em poucos minutos, o Flu praticamente dobrou sua produtividade.

A primeira chance veio na cobrança de escanteio de Cazares. A bola foi alçada na área do Corinthians, e o camisa 10 cabeceou com força, o que obrigou Cássio a trabalhar. Praticamente no lance seguinte, foi a vez de Cazares receber na área a bater firme. Mesmo no susto, o goleiro do Timão fez a defesa.

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Quando chegou o intervalo, pairou-se a dúvida: qual Fluminense voltará para o segundo tempo? Aquele desligado do início do jogo ou aquele antenado que fez o trabalhar Cássio? Antes da pergunta ser respondida, Abel Hernández foi expulso com apenas quatro minutos e deixou o Fluminense com apenas dez homens em campo.

No entanto, isso não fez com que o time de Roger Machado desistisse da partida. Pelo contrário, o treinador colocou o centroavante Bobadilla em campo, que conseguiu cumprir muito bem com o papel de ser a referência do ataque, e a equipe foi para cima do Corinthians.

> Veja a tabela do Brasileirão

Premiada pelo esforço e dedicação de "martelar", o Fluminense conseguiu o gol com Cazares, o melhor do time dentro de campo. Após belo cruzamento de Egídio, o baixinho veio de trás, pegou a defesa de surpresa e cabeceou com tudo para o fundo das redes. O Tricolor, inclusive, ainda teve chance de virar. Minutos depois, Bobadilla recebeu boa enfiada de bola e tocou por cima de Cássio para marcar um bonito gol, mas o camisa 19 estava um pouco à frente, e o bandeirinha assinalou a irregularidade.

O fato é: o Fluminense mostrou que tem uma equipe competitiva e que pode brigar por título. Contudo, para que isso aconteça, é necessário "engrenar" mais cedo na partida, porque, como no último domingo, essa "demora" custou dois pontos ao Tricolor.

- Jogamos bem, penso eu, mesmo quando estávamos no 11 contra 11 e, depois, com o reposicionamento, com a expulsão do Abel. Tivemos o controle do jogo, oferecemos alguns riscos, sofremos alguns riscos, mas riscos controlados. Penso eu que poderíamos ter vencido, inclusive - disse Roger, na coletiva.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos