Mesmo com reclamação de Falcão, FPF não divulga áudio da revisão de suposto pênalti em jogo do Santos

Nathan venceu duas disputas de bola, entrou na área e caiu após choque com Arthur Henrique (Foto: Ivan Storti / Santos)


A Federação Paulista de Futebol divulgou os áudios das análises feitas no VAR durante o empate do Santos e São Bernardo no último domingo (22). Porém, só foram liberados os áudios referentes às revisões feitas em cima da expulsão do Rodrigo Souza, da equipe do ABC. A revisão em cima do suposto pênalti sofrido por Nathan não foi divulgada.

Quanto a expulsão do camisa 8, após a análise do VAR, o árbitro Salim Fende Chavez retirou o cartão vermelho e trocou para o amarelo. Mas a grande polêmica do jogo foi sobre Nathan. No caso, aos 52 minutos do segundo tempo, o lateral-direito venceu duas disputas de bola, entrou na área e caiu após choque com Arthur Henrique, do São Bernardo. Os jogadores santistas pediram pênalti, mas o árbitro Salim Fende Chavez mandou o lance seguir. O VAR ratificou a decisão de campo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

ATUAÇÕES: João Paulo salva o Santos em empate com o São Bernardo

Veja tabela do Campeonato Paulista e simule os próximos jogos

O ocorrido gerou uma forte reação por parte de membros da diretoria santista e torcedores também. O coordenador esportivo do Santos, Paulo Roberto Falcão, expressou seu descontentamento com a arbitragem.

- Os jogos têm sido difíceis, esse é o tipo de lance que muda resultado. A minha preocupação é em relação a isso. Eu só estou falando isso para vocês (jornalistas) porque vocês disseram que foi pênalti. Eu também achei que foi. Ele não tocou na bola, o Nathan foi atropelado. O pênalti foi muito claro - disse.

Até o momento, a FPF não se manifestou a respeito e não divulgou nenhum áudio além do citado. O Santos terminou a partida empatado por 1 a 1, e se sentiu prejudicado com a não-marcação deste suposto pênalti.

Veja como foi a análise do VAR divulgada pela FPF:

- Salim, checando. Tem um contato aqui de pé com pé. Não tem jogo brusco. Ele não pega o joelho na canela, para mim foi intensidade média. Salim, recomendo revisão para possível não-cartão vermelho - chamou o VAR após a expulsão.

- O pé dele está no chão, vou tirar o cartão vermelho e dar o amarelo - prosseguiu o árbitro Salim após a análise.