Mesmo com novo recorde, SBT amarga 3º lugar com audiência de Palmeiras na Libertadores

LANCE!
·2 minuto de leitura


A classificação do Palmeiras às semifinais da Copa Libertadores trouxe um ar de vitória e derrota para a audiência do SBT, na noite desta terça-feira. De acordo com dados da emissora, o canal de Silvio Santos registrou um recorde na mesma faixa de horário com Palmeiras 3x0 Libertad, do Paraguai. Contudo, no geral, a transmissão terminou em terceiro lugar.

+ Veja como pode ficar o chaveamento da Copa Libertadores

+ Melhorou ou piorou? Lembre a escalação do seu time no começo da década

Com narração de Téo José, comentários de Mauro Beting e do ex-treinador Jorginho, a transmissão da partida rendeu ao SBT média de 9,7 pontos, 15% de share e 11,2 pontos de pico na grande São Paulo. Foi a segunda maior audiência do canal desde o início da transmissão da competição, em 16 de setembro, quando alcançou 10,3 pontos de média com o jogo entre Bolivar e Palmeiras, válido pela terceira rodada da fase de grupos.

Na mesma faixa horária a emissora concorrente marcou 0,5 mais audiência e ficou com a segunda colocação. Comparando com o jogo da terça anterior, a audiência do SBT aumentou em 1%, enquanto a emissora líder caiu 10% no mesmo período. No horário da transmissão o SBT alcançou 1,6 milhão de lares e 2,2 milhões de pessoas.

No entanto, segundo informações do Uol, a audiência acabou não tendo a mesma liderança. O SBT perdeu para Globo, que exibia no horário a novela "Força do Querer" e "The Voice", e somou cerca de 23 pontos. A Record exibiu duas novelas e a reta final do reality "A Fazenda 12", chegando na média de 10 pontos.

De fato, a transmissão do Palmeiras chegou a ter altos índices, quase colocou a Globo na terceira colocação, porém, em números gerais, acabou novamente abaixo.

PALMEIRAS VENCE COM FACILIDADE

Com gols de Gustavo Scarpa, Rony e Gabriel Menino, o Palmeiras venceu a partida por 3 a 0 e avançou às semifinais da competição. Agora, o time brasileiro aguarda o vencedor do confronto entre Nacional, do Uruguai, e River Plate, da Argentina.

Quem sair vencedor do próximo duelo garante uma vaga para a grande final da Libertadores, que será realizada, em jogo único, no dia 30 janeiro de 2021, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.