Mesmo com investidas da Europa, Willian rescinde com o Arsenal e fica livre para acertar com o Corinthians

·1 minuto de leitura


Mesmo com investidas de outros clubes na reta final da janela de transferências, que se encerra nesta terça-feira (31), o meia Willian rescindiu com o Arsenal para poder acertar com o Corinthians.

O desejo do atleta em retornar ao clube que o revelou, pesou na decisão.

Antes, os italianos do Milan e da Roma haviam demonstrado o interesse no atleta de 33 anos, bem como equipes do futebol árabe, que foram prontamente recusadas. Quando o negócio com o Timão já estava avançado, Lyon e Olympique de Marselie, ambos da França, também tentaram abrir conversas com o Willian.

>> Baixe o novo app de resultados do L!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

O jogador voltará ao Brasil nesta semana e é aguardado no Parque São Jorge na quarta-feira (1º), para que anúncio da contratação seja feito no dia do aniversário do Corinthians.

O contrato com o Timão será até o fim de 2023, seis meses a mais em relação ao vínculo que tinha com o Arsenal, que foi encerrado.

Cria da base corintiana, clube no qual atuou desde o sub-13, a passagem de Willian pelo time profissional do Corinthians foi curta, com apenas 22 jogos, e três gols, em 2007. Na mesma temporada, o meia foi negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, onde atuou durante cinco temporadas e meia.

Fora do Brasil, o jogador também atuou pelo Anzhi, da Rússia, e os ingleses do Chelsea e Arsenal.

Com a camisa da Seleção Brasileira, Willian disputou as duas últimas Copas do Mundo, em 2014 e 2018.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos