Anceloti confirma presença de Lewandowski entre os titulares contra o Real

Madri, 17 abr (EFE).- O técnico Carlo Ancelotti confirmou nesta segunda-feira que escalará o atacante Robert Lewandowski entre os titulares do Bayern de Munique no jogo contra o Real Madrid, nesta terça, pelas quartas de final da Liga dos Campeões.

Lewandowski foi desfalque na partida de ida, na semana passada, devido a uma lesão no ombro, que também o tirou do empate com o Bayer Leverkusen em 0 a 0 no último sábado, pelo Campeonato Alemão.

"(Lewandowski) Está bem, treinou ontem com o restante e não teve problemas. É importante. Jerome (Boateng) e Matts (Hummels) também trabalharam de forma individual e precisam passar por testes. Há chances de que todos eles joguem", declarou Ancelotti em sua volta ao estádio Santiago Bernabéu, pouco menos de dois anos depois de ter deixado o comando do Real.

"A presença de Lewandowski vai nos ajudar, mas não mudará nossa estratégia. Ele marca muitos gols, por isso tê-lo em campo nos dá mais confiança", acrescentou.

O Bayern foi melhor no primeiro tempo na Allianz Arena, na semana passada, mas perdeu um pênalti quando vencia por 1 a 0 e ainda jogou boa parte da etapa final com um a menos. Com isso, acabou sofrendo a virada, graças a dois gols de Cristiano Ronaldo, o que obriga o tetracampeão alemão a vencer por 1 a 0 ou por uma vantagem ainda maior no Bernabéu.

"Acredito que na ida houve 60 minutos nos quais jogamos um bom futebol. Tivemos o controle de jogo, mas cometemos alguns erros que impediram que fizéssemos uma partida perfeita. Agora, é preciso jogar bem durante os 90 minutos, não cometer erros, jogar com coragem, com intensidade e mostrar a qualidade que a equipe tem", disse o italiano, que revelou guardar "lembranças muito boas e momentos inesquecíveis" de sua passagem pelo agora rival.

Por fim, Ancelotti refletiu sobre os placares que favorecem o Bayern, mas garantiu que seu time entrará em campo pensando primeiro em vencer e depois em construir um resultado que culmine com a classificação para as semifinais.

Resultados como o 2 a 0, 3 a 1 e 3 a 2 nos servem, mas não iremos para o jogo pensando nisso. É melhor jogar nosso futebol que ficar olhando para o resultado. É certo que o Real Madrid marca gols em todos os jogos, mas também sofre em quase todos. O importante será marcar primeiro", comentou. EFE