Mercedes confirma três dias de testes com Russell ainda em 2019

Redação GP

George Russell vai testar com a Mercedes por três dias ainda em 2019. O britânico vai assumir o lugar de Lewis Hamilton nas atividades da próxima semana e, depois, voltará a Abu Dhabi para uma atividade com os pneus de 18 polegadas de 2021.

Russell vai guiar pela Williams na manhã de terça-feira, primeiro dia dos testes de pneus de 2020, antes de passar o FW42 para ex-F2 Roy Nissany à tarde. Na quarta-feira, George assume o W10 da Mercedes, já que Hamilton não está disponível por conta de compromissos com patrocinadores do time.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

George Russell (Foto: Williams)


Paddockast # 44

RETROSPECTIVA 2019: MUITO QUE BEM, MUITO QUE MAL


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM






Russell, então, volta à Abu Dhabi na semana seguinte para mais dois dias, desta vez para testar os pneus de 18 polegadas de 2021 com um carro hibrido da Mercedes.

 

Chefe da Mercedes, Toto Wolff garantiu que Russell não será avaliado por seu desempenho nestes testes, já que considera que a escuderia já sabe bem das qualidades do piloto.

 

“Eu disse a George, que não estava bem nesses últimos dias, que este teste não é um ponto de referência para ele, porque nós estamos absolutamente certos de que ele tem as qualidades de um futuro piloto da Mercedes”, disse Wolff. “Ele tem a velocidade bruta, tem o talento, tem a inteligência”, elogiou.

 

“Existe uma razão para ele ter vencido a F3 e a F2 como novato. Isso não aconteceu muitas vezes antes. E ele tem um histórico impecável na F1”, avaliou. “É mais uma questão de experiência. Então não há nada para ser provado durante este próximo teste. George tem contrato com a Williams e ele sempre vai honrar todos os contratos, porque eles deram a ele uma chance de entrar na F1. Provavelmente, se ele fizer esse teste, vai só confirmar aquilo que já sabemos”, frisou.

 

Russell, que guiou a Mercedes pela última vez no teste realizado após o GP do Bahrein, ressaltou que vai trabalhar para fornecer dados à Mercedes.

 

“Minha saúde me preocupou não só para esse fim de semana, mas para a próxima semana, quando vou guiar o carro deles. Mas eles não vão me julgar com base em um teste”, comentou. “Estou lá para fazer um trabalho, estou lá para dar dados à eles, para aprender o máximo que puder, para levar a experiência que tenho com aquele carro para os rapazes, e, quando testei no Bahrein, foi super benéfico e tomara que seja a mesma coisa outra vez”, completou.


A F1 volta a acelerar em Abu Dhabi neste sábado, a partir de 7h (horário de Brasília) com o terceiro treino livre, enquanto a classificação está marcada para 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL. Siga a cobertura aqui.



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.







Leia também