Mendy tem pedido de fiança negado e continuará em prisão preventiva até julgamento

·1 minuto de leitura


Preso há um mês e meio acusado de estupro e abuso sexual, o lateral-esquerdo Benjamin Mendy, do Manchester City, teve um pedido de fiança negado nesta segunda-feira. Desta forma, o francês seguirá em prisão preventiva até janeiro de 2022, quando irá a julgamento.


A imprensa britânica não foi autorizada a acompanhar a audiência com o juiz Patrick Thompson, mas um oficial do Tribunal Crown de Chester informou o resultado negativo ao pedido da defesa do atleta. Acusado junto com Mendy, Louis Saha Matturie, de 40 anos, também segue detido.

+ Veja a tabela e os jogos da Premier League

Segundo informações da polícia do Reino Unido, em agosto, quando o jogador foi preso, Mendy tem quatro denúncias de estupro e uma de assédio de três vítimas de mais de 16 anos. Os crimes teriam ocorrido entre outubro de 2020 e agosto de 2021.

Desde 2017 no Manchester City, Benjamin Mendy coleciona outras polêmicas fora de campo. Na virada do ano passado para 2021, o jogador foi acusado de dar uma festa com várias modelos, desrespeitando protocolos da Covid-19.

+ “Clube mais rico do mundo”: saiba o tamanho da fortuna do novo dono do Newcastle e os jogadores que entraram na mira do clube

Ao todo, o lateral-esquerdo de 27 anos tem 75 partidas disputadas pelo clube inglês, com dois gols marcados e 12 assistências. Na atual temporada, o ala entrou em campo duas vezes antes de ser preso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos