Mendy, do Manchester City, é acusado de estupro e assédio sexual pela polícia inglesa; clube afasta o atleta

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Manchester City anunciou nesta quinta-feira que o lateral-esquerdo Benjamin Mendy foi afastado e suspenso do clube após uma acusação policial. A equipe de Pep Guardiola não divulgou os motivos, mas as autoridades britânicas afirmaram que o atleta é investigado por estupro e assédio sexual.

+ Veja a tabela e os jogos da Premier League


De acordo com o comunicado da polícia britânica, são quatro denúncias de estupro e uma de assédio de três vítimas de mais de 16 anos. Os crimes teriam ocorrido entre outubro de 2020 e agosto de 2021.

Ainda de acordo com o comunicado policial, Mendy está preso sob custódia e comparecerá a tribunal para julgamento nesta sexta-feira.

Desde 2017 no Manchester City, Mendy já colecionou algumas polêmicas fora de campo. Na virada de ano, o jogador foi acusado de dar uma festa com várias modelos, desrespeitando protocolos da Covid-19.

+ Veja 26 nomes que podem pintar na Seleção após recomendações de vetos de Premier League, La Liga e Serie A

Ao todo, o lateral-esquerdo de 27 anos tem 75 partidas disputadas pelo clube inglês, com dois gols marcados e 12 assistências. Na atual temporada, o ala entrou em campo duas vezes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos