Melhor do Mundo em 1995, Weah é eleito presidente da Libéria

Aos 51 anos de idade, George Weah continua a fazer história. Porém, agora não há relação nenhuma com futebol, mas sim com política. Na primeira eleição presidencial democrática da Libéria em 73 anos, o ex-atacante se tornou o primeiro jogador de futebol a assumir o cargo de presidente de um país.

As eleições começaram na terça-feira, mas o resultado saiu apenas na noite desta quarta. O ex-jogador recebeu a maioria dos votos e venceu a eleição, na sua terceira tentativa de se tornar mandatário da Libéria, seu país de origem.

Como jogador, Weah se transferiu do Tonerre Yaoundé, time camaronês, ao Monaco no maior passo de sua carreira, ainda 1988. Em 1992, foi para o Paris Saint-Germain, e em 1995 para o Milan, onde ficou até o ano 2000. Ele ainda contou com passagens rápidas por Chelsea, Manchester City e Olympique de Marseille, antes de encerrar a carreira no Al-Jazira, dos Emirados Árabes, em 2003. Foi eleito Melhor Jogador do Mundo em 1995, se tornando o primeiro africano a realizar tal feito.