Melhor conclusão das jogadas é meta no Athletico-PR

Futebol Latino
·1 minuto de leitura


A situação do Athletico-PR no Brasileirão segue bastante delicada depois de acumular mais uma derrota, dessa vez para o Sport na Ilha do Retiro por 1 a 0.

E, para o auxiliar técnico Bernardo Franco, um dos pontos que tem pesado negativamente é a falta de equilíbrio entre converter as chances no ataque e a capacidade de recomposição defensiva para reduzir o número de tentos sofridos.

Com a ausência de Paulo Autuori por suspensão, Bernardo comandou o time no banco de reservas e agregou na coletiva concedida que, pela falta de tempo para treinar, as conversas diárias ganham importância na correção de erros.

- Nós queremos ter o controle do jogo a partir do momento em que tivermos o placar a nosso favor. A gente quer traduzir esse controle em finalizações, chance reais e gols. A gente tem oscilado bastante nos jogos, momentos ruins e outros não tão bons, mas precisamos ter o controle quando conseguirmos traduzir as chances de finalização em gols - disse o auxiliar do Furacão.

- Não temos tempo para treinar, então vamos fazer ajustes, conversas. Podem esperar um time agressivo, que vai tentar competir o jogo todo e focado em tentar reverter o resultado. Estamos confiantes porque o jogo está em aberto e é isso que vamos buscar na quarta-feira - finalizou.