A melhor arbitragem do Brasil é feminina: Edina Alves Batista quebra estigmas e pede passagem na Série A

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Entre erros graves dos juízes de campo, chamadas questionáveis do VAR, denúncias de cartolas e críticas/ameaças públicas de técnicos e dirigentes à CBF, o Brasileirão 2020 é um grande 'dejà vú' em termos de arbitragem. Os holofotes negativos nunca estiveram tão intensos sobre esses profissionais que, definitivamente, não deveriam ser protagonistas do espetáculo. Mas há uma exceção à regra, e ela merece elogios.

Única mulher apitando na Série A do futebol brasileiro, Edina Alves Batista é a melhor arbitragem da competição após 17 rodadas disputadas. Árbitra FIFA e do quadro da FPF (Federação Paulista de Futebol), a paranaense de 40 anos vive um momento especial em sua carreira desde 2019, ano em que estreou na elite nacional e conduziu uma semifinal de Copa do Mundo Feminina.

Critérios bem definidos, enorme segurança/tranquilidade na condução do jogo e presença de campo excelente - sempre acompanhando as jogadas de perto -, colocam Edina Alves Batista totalmente na contramão do padrão que vemos neste Brasileirão 2020, marcado por arbitragens confusas e espalhafatosas. Firme, sem hesitar ou se intimidar, Edina se impõe sem precisar gritar, derrubando muros e estigmas que infelizmente ainda existem no meio esportivo quando assunto é protagonismo feminino.

Pedindo passagem, a juíza paranaense, destaque no site da FIFA em bela reportagem publicada em agosto deste ano, começa a colher os frutos de uma vida dedicada ao esporte e ao sonho de ser árbitra de futebol. E reforça aquilo que muitas mulheres que amam futebol já estão cansadas de repetir: há capacidade de sobra, o que falta é oportunidade.

"Dependemos de alguém para assinar uma escala para permitir que a gente entre em campo e mostre a nossa qualidade. Se tiver pessoas com a cabeça fechada no comando, isso nunca vai acontecer. Sempre me falaram que era impossível ser árbitra central na Série A. Muitas meninas se espelham em nós e temos uma responsabilidade muito grande", afirmou Edina, em entrevista recente.

England v USA: Semi Final - 2019 FIFA Women's World Cup France | Marcio Machado/Getty Images
England v USA: Semi Final - 2019 FIFA Women's World Cup France | Marcio Machado/Getty Images