Meia Paulinho, ex-Barcelona, deixa o futebol chinês e assina com Al Ahly

·1 minuto de leitura
O meia brasileiro Paulinho, ex-jogador do Barcelona e do Tottenham, deixou o chinês Guangzhou

O ex-jogador da seleção brasileira Paulinho, que já atuou no Tottenham, Barcelona e no futebol chinês, assinou um contrato de três anos com o Al Ahly, informou o clube saudita na quinta-feira.

Não podendo retornar à China devido às rígidas condições de entrada estabelecidas pelas autoridades do país para combater o coronavírus, o jogador de 32 anos deixou o Guangzhou FC em junho em um acordo, depois de perder o início da temporada da Super League Chinesa (CSL).

Paulinho, que disputou 56 partidas pela Seleção e marcou 13 gols, assinou contrato com o Guangzhou, procedente do Tottenham, em junho de 2015 e o seu desempenho na CSL o levou a se transferir para o Barcelona por 40 milhões de euros dois anos depois, em agosto de 2017.

O meia passou uma temporada no clube catalão antes de retornar ao Guangzhou, primeiro por empréstimo em julho de 2018, depois transferido definitivamente para a China por 42 milhões de euros em janeiro de 2019.

Com esse clube, conquistou a Liga dos Campeões da Ásia, três títulos da liga e uma Copa da China.

Paulinho se torna assim a terceira contratação do Al Ahly neste verão, depois do zagueiro brasileiro Dankler e do meio-campista croata Filip Bradaric.

ij/eh/csl/smr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos