Meia da Argentina responde as críticas recebidas durante a Copa do Mundo: 'Amo o país em que nasci'

Rodrigo de Paul não participou de treinamento da Argentina nesta quarta-feira (ANDREJ ISAKOVIC / AFP)


Criticado após os primeiros jogos da Copa do Mundo, Rodrigo de Paul afirmou que irá deixar a vida pela camisa da Argentina durante a competição. Apesar das atuações abaixo da média, o meia é o atleta que mais correu em campo nos dois primeiros jogos da Albiceleste.

- Amo o país em que nasci e vou morrer defendendo essa camisa. Nunca vou negociar atitude, nunca vou deixar de correr. Isso é o que sou e é o que me trouxe até aqui. Demonstramos que temos muito caráter e personalidade. Deve-se dar valor por terminar em primeiro no grupo e da maneira como jogamos.

Desde que Lionel Scaloni assumiu a seleção da Argentina, Rodrigo de Paul tem sido um dos principais jogadores da Albiceleste. O meia participou de 46 jogos, foi peça chave na conquista da Copa América sobre o Brasil em 2019 e soma dois gols e sete assistências com a equipe.

+ Messi projeta confronto contra a Austrália nas oitavas de final

Com a vitória sobre a Polônia, a Argentina assumiu a primeira colocação do Grupo C e encara a Austrália nas oitavas de final da Copa do Mundo neste sábado, às 16h (horário de Brasília). O time de Lionel Scaloni chega com moral após duas vitórias consecutivas na competição.