Medina e Mineirinho vão para a repescagem em Margaret River

Um dia de ondas muito fracas marcou a estreia da segunda etapa do circuito mundial de surfe em Margaret River, na Austrália. Na primeira rodada do evento, notas muito baixas, um dez do atual campeão, Sebastian Zietz, e pouca sorte para brasileiros. Apenas Ian Gouveia, Jesse Mendes e Caio Ibelli se garantiram na próxima fase de forma direta. Os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza, assim como Filipe Toledo, foram para a repescagem. A etapa concentrada em tubos costuma ser problemática para Medina e Filipinho, especialistas nos aéreos.

Logo na primeira bateria, um encontro de gigantes: Kelly Slater encarou Mick Fanning em um confronto com quatorze títulos mundiais. Com nota agregada de 8.07, contra 6.67 de Fanning, Slater conseguiu pegar um tubo – e depois foi engolido – para garantir um 4.17 que o colocou na segunda fase da etapa. Na bateria 3, Miguel Pupo perdeu para Jack Freestone.

Em chave formada apenas por brasileiros, na quinta bateria do dia, o estreante Jesse Mendes ofuscou Medina e Wiggolly Dantas, já veteranos na competição. O surfista do Guarujá controlou bem um tubo quebrado e conquistou uma nota de 7.40 para superar seus rivais brasileiros e avançar.

Já na sexta bateria, o atual campeão da WSL, John John Florence, teve um belo aproveitamento e surfou duas boas ondas para ter uma nota agregada de 13.67 e se classificar, eliminando Jacob Willcox e Frederico Morais.

Quem também surpreendeu foi Ian Gouveia, outro brasileiro estreante. Com 12.50 (4.50 e 8.00), o pernambucano eliminou Connor O’Leary e o atual líder da WSL, Owen Wright, que venceu a primeira etapa do ano, em Gold Coast.

Já Caio Ibelli se classificou fazendo o básico. O surfista precisou de apenas duas ondas para receber 9.16 dos juízes e deixar para trás Joel Parkinson e Jadson André, outro brasileiro. Campeão em 2015, Adriano de Souza, o Mineirinho, caiu para Jeremy Flores na bateria nove e também precisará passar pela repescagem.

A melhor onda do dia, contudo, saiu apenas nos minutos finais da décima e última bateria. Atual campeão de Margaret River, o local Sebastian Zietz conseguiu cravar a nota dez com um tubo incrível, de muita velocidade, e nem deu chances para Ethan Ewing e Filipe Toledo, que não emplacou uma boa apresentação.

Confira os confrontos da repescagem:

Bateria 1: Gabriel Medina (BRA) x Jacob Willcox (AUS)

Bateria 2: Matt Wilkinson (AUS) x Nat Young (EUA)

Bateria 3: Owen Wright (AUS) x Ezekiel Lau (HAV)

Bateria 4: Joel Parkinson (AUS) x Leonardo Fioravanti (ITA)

Bateria 5: Adriano de Souza (BRA) x Jadson André (BRA)

Bateria 6: Filipe Toledo (BRA) x Joan Duru (FRA)

Bateria 7: Josh Kerr (AUS) x Bebe Durbidge (AUS)

Bateria 8: Conner Coffin (EUA) x Ethan Ewing (AUS)

Bateria 9: Adrian Buchan (AUS) x Frederico Morais (POR)

Bateria 10: Connor O’Leary (AUS) x Wiggolly Dantas (BRA)

Bateria 11: Mick Fanning (AUS) x Kanoa Igarashi (EUA)

Bateria 12: Stuart Kennedy (AUS) x Miguel Pupo (BRA)