Medina é vice no Taiti, e Filipinho assume liderança do Mundial

Folhapress
***ARQUIVO***SAQUAREMA, RJ, 23.06.2019: Surfista brasileiro Gabriel Medina. (Foto: Clever Felix/Brazil Photo Press/Folhapress)
***ARQUIVO***SAQUAREMA, RJ, 23.06.2019: Surfista brasileiro Gabriel Medina. (Foto: Clever Felix/Brazil Photo Press/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O surfista brasileiro Gabriel Medina, 25, foi vice-campeão nesta quarta-feira (28) da etapa de Teahupo'o, no Taiti, da Liga Mundial de Surfe (WSL). O título ficou com o australiano Owen Wright, 29.

O resultado fez com que Medina, bicampeão do mundo, saltasse da sétima posição do ranking para a quarta na temporada 2019. Ele soma 34.695 pontos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A liderança agora é do brasileiro Filipe Toledo, 24, o Filipinho, que mesmo com a eliminação nas oitavas de final teve um desempenho superior ao de Kolohe Andino, 25, e foi a 36.600 pontos.

O americano (com 35.175) saiu do topo para a terceira posição. O segundo lugar é ocupado pelo sul-africano Jordy Smith, 31, que tem 35.450.

Faltam quatro etapas para o fim da temporada. A próxima será realizada na piscina de ondas artificiais do surfista Kelly Slater, na Califórnia, de 19 a 21 de setembro. Depois vem, em sequência, Landes (França), Peniche (Portugal) e por último Pipeline (Havaí), que encerra a Liga Mundial de 8 a 20 de dezembro.

Medina, embalado após um título e um vice nas últimas duas etapas, costuma se destacar na reta final da WSL. No ano passado, ele venceu na Califórnia e no Havaí e conquistou seu segundo título na carreira.

Leia também