Medida argentina poderá afetar partidas da Libertadores e Sul-Americana - entenda

Lucas Humberto
·1 minuto de leitura

Medidas para contar o avanço da Covid-19 na Argentina resultaram em novo decreto que pode alterar configurações dos clubes envolvidos na Libertadores e Copa Sul-Americana. Na sexta-feira (16), o governo do país informou que nenhum evento esportivo poderá terminar após as 20h.

A estreia dos torneios continentais irão ocorrer nesta semana e, com isso, a tendência era de partidas realocadas ou mudanças de horário. No entanto, a Conmebol conseguiu autorização para manter a programação inicial do jogo entre Vélez Sarsfield e Flamengo, válido pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. Assim, os clubes irão se enfrentar na terça-feira (20), às 21h30, no Estádio José Amalfitani.

Jogos de Vélez Sarsfield, Argentino Juniors e San Lorenzo tiveram seu horário mantido, mas nova medida poderá afetar partidas futuras. | Buda Mendes/Getty Images
Jogos de Vélez Sarsfield, Argentino Juniors e San Lorenzo tiveram seu horário mantido, mas nova medida poderá afetar partidas futuras. | Buda Mendes/Getty Images

Argentinos Juniors e Nacional (Uruguai) também tiveram programação inicial mantida e vão duelar na terça-feira (20), às 19h15, no Estádio Diego Armando Maradona.

O jogo entre San Lorenzo e Huachipato segue agendado para quarta-feira (21), às 19h15, no Estádio Pedro Bidegain, na Argentina. Ou seja, embora a medida esteja valendo, os jogos dos torneios continentais que estão alocados nos hermanos não sofreram mudanças. No entanto, partidas futuras deverão ser encaixadas no novo padrão de horário do país.

Conforme informações do jornal local Superdeportivo, o decreto irá valer somente até final do mês e, caso não haja flexibilização, jogos que vão acontecer posteriormente em abril precisarão ser realocados.