Medalhista pan-americano Vitor Teixeira fatura GP Clássico no Indoor na Sociedade Hípica Paulista

LANCE!
·2 minuto de leitura


O GP Clássico do Concurso Nacional e Internacional de Salto Indoor levantou o público na Sociedade Hípica Paulista. No último sábado, estiveram em pista 56 conjuntos dos quais 14 habilitaram-se ao desempate elaborado pelo course-designer internacional Hélio Pessoa. Sagrou-se campeão o medalhista pan-americano veterano Vitor Texeira, 62, que montando For Gun não deu chances aos adversários com percurso sem faltas, em 33s38.

Cavaleiro olímpico Vitor, tricampeão pan-americano por equipes, duas vezes bronze individual em Pan-americano, dez vezes campeão brasileiro senior top, mais uma vez provou que o hipismo pode ser praticado no mais alto nível sem limite de idade e emocionou a todos com seu discurso no pódio.

- Primeiramente, gostaria de agradecer a torcida, a todos vocês. Pilotar com essa garotada não é fácil, eles testam nossos limites. Gostaria de agradecer também ao proprietário do cavalo e quero parabenizar o Romeu Ferreira Leite Jr (presidente da SHP) pelo Indoor que é um show, um verdadeiro espetáculo. Quero também prestar minha homenagem aos oficiais, aos tratadores e todos que estão trabalhando nesse concurso. Ofereço essa vitória a um grande homem do cavalo que se foi, nosso grande amigo Luiz Rocco (chief steward olímpico e juiz internacional falecido em 24/10/2020). Muito obrigado! - discursou Vitor.

Luciana Lossio, amazona top de Brasília, com Lady Louise JMen fez bonito garantindo o vice, sem faltas, 34s99. Em 3º lugar chegou o cavaleiro da casa Adolpho Lindenberg montando Upsilone de Bliniere, pista limpa, 35s28.

Também honrando da entidade anfitriã Jordana Laffranchi, a Kika, montando Chicago O cruzou a linha de chegada com pista limpa, em 36s73. O cavaleiro olímpico Stephan Barcha com sua nova montaria Montana, que vem de vitória no GP Agromen, foi quinto, sem faltas, 36s73. Completando o placar na sexta colocação aparece o carioca Rodrigo Lima apresentando Ferrari do Santo Antonio, em 34s83, mas com um derrube.