McLaren: Ferrari pode lutar pelo terceiro lugar de construtores da F1

Adam Cooper
·3 minuto de leitura

O chefe da McLaren na Fórmula 1, Andreas Seidl, alertou que a Ferrari pode se juntar à batalha pelo terceiro lugar no Mundial de construtores após seu forte resultado no GP da Turquia, realizado no último domingo em Istambul.

Sebastian Vettel e Charles Leclerc terminaram em terceiro e quarto na corrida afetada pela chuva, somando 27 pontos entre eles - de longe a maior pontuação em uma única corrida para a equipe de Maranello neste ano. Com três corridas pela frente, a Racing Point atualmente ocupa o terceiro lugar com 154 pontos, à frente da McLaren com 149, Renault com 136 e Ferrari com 130.

Leia também:

Hamilton é eleito maior piloto da história da F1 em estudo britânico; Senna é 7º Verstappen responde Wolff: novo regulamento não é para frear Mercedes Confederação italiana quer Ímola no calendário de 2021 da F1 na vaga deixada pelo Vietnã

Depois de uma péssima sessão de classificação na Turquia, a McLaren limitou os danos com uma recuperação ao quinto e oitavo lugares para Carlos Sainz e Lando Norris, respectivamente. No entanto, Seidl reconheceu que a batalha está esquentando.

“Obviamente foi ótimo para nós marcar este resultado porque nos manteve na luta pelo campeonato de construtores,” disse Seidl quando questionado pelo Motorsport.com sobre a disputa pelo terceiro lugar.

“O que é bom, mas definitivamente não temos, eu diria, o terceiro ou quarto carro mais rápido nesta batalha”, completou.

“E com o que vimos também da Ferrari, mais um bom resultado e, de repente, é uma luta entre quatro equipes para P3, P4, P5 e P6”.

Questionado se ele estava preocupado com a Ferrari se aproximando, ele disse: “Não estou aflito ou preocupado, sou apenas realista. E eu sei o que uma equipe como a Ferrari, com todos os recursos que tem, pode fazer, e não é surpresa que eles voltem durante a temporada”.

“Portanto, nunca subestimamos esse poder que a Ferrari tem. Eles têm dois grandes pilotos e, obviamente, uma grande equipe. Então essa é a realidade em que estamos”.

“Temos um carro competitivo, que é agressivo em relação ao ano passado, temos agora não sei quantos pontos, provavelmente depois deste número de corridas já mais do que no ano passado, o que mostra mais uma vez que demos um grande passo à frente com o time”.

“Mas, ao mesmo tempo, temos concorrentes muito fortes. E esperamos poder manter esta batalha viva até a última corrida, e vamos dar tudo isso como uma equipe”.

“Vejo como todos estão comprometidos dentro da equipe, como é grande o espírito na garagem e em casa. E isso me dá muita confiança de que podemos manter esta batalha viva”.

Seidl enfatizou que a McLaren tem que se concentrar em acertar tudo nas próximas corridas. “É importante, agora do nosso lado, nos concentrarmos em nós mesmos”, disse ele. “Para ver que ainda podemos extrair mais performance do carro, principalmente aos sábados também. É importante manter o nível de confiabilidade alto".

“Então será importante ter finais de semana de corrida limpos, otimizar a operação também aqui em termos de estratégia, em termos de pit stops”.

“E junto com nossos dois bons pilotos, acho que podemos manter essa batalha viva. E é nisso que nos concentramos”.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

O que está em jogo nos bastidores do 'duelo' Hulk vs Pérez pela vaga na Red Bull em 2021

Podcast #076 – Hamilton x Schumacher: a comparação entre os campeões da F1

Your browser does not support the audio element.