McGregor vê Khabib com medo de realizar revanche entre eles: "Ele está tremendo"

No dia 18 de janeiro, Conor McGregor retorna ao Ultimate após mais de um ano afastado do octógono. Apesar de seu próximo rival ser Donald Cerrone, no UFC 246, o irlandês não tira da cabeça uma revanche contra Khabib Nurmagomedov, pelo cinturão peso-leve (70 kg) da franquia. E dessa maneira, já provocou seu desafeto.

Em entrevista ao canal ‘The Mac Life’, o irlandês, que em 2018 foi finalizado pelo russo, disparou contra seu algoz e o acusou de estar com medo de uma nova luta entre eles. Entretanto, ele crê que um novo duelo é questão de tempo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Ele está tremendo. Esse homem está tremendo. Ele não quer isso. Ele tem medo e é isso. Mas todo mundo quer. O chefe quer, Dana (White) quer, todos nós queremos. Então ele pode correr, mas não pode se esconder. Estou ansioso por isso”, disparou o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e dos leves do Ultimate.

O ‘Notorious’ também fez questão de relembrar o seu confronto diante de Khabib e afastar a ideia de que foi dominado pelo rival. Segundo ele, até ser finalizado no quarto round, ele estava melhor e ganhando a peleja.

“Na minha cabeça eu venci o primeiro round. Eu venci por 3 a 1. O que ele fez naquele primeiro round. No segundo assalto olhe a atuação sem graça que eu tive. Ele estava correndo para fora do octógono e pegou aquele golpe de sorte. Teve um ótimo segundo round. Mas o que aconteceu depois? Eu ganhei o terceiro round. Eu estava ganhando o quarto round até acontecer aquilo”, explicou, antes de revelar que não se preparou como devia para essa luta.

“Isso foi depois de um camp horroroso, onde eu era tão desrespeitoso com as pessoas que acreditam em mim. Fui tão desrespeitoso com a minha equipe e com a minha falta de comprometimento”, finalizou.

Conor McGregor não luta desde outubro de 2018 quando foi derrotado por Khabib Nurmagomedov, em disputa do cinturão dos leves da organização. Antes desde duelo, o irlandês vinha de triunfos sobre Eddie Alvarez e Nate Diaz.

Leia também