MC Livinho chora em despedida do São Caetano

·2 min de leitura
Livinho teve breve passagem e não marcou gol pelo time do ABC. Foto: Instagram São Caetano Futebol (@adscoficial)
Livinho teve breve passagem e não marcou gol pelo time do ABC. Foto: Instagram São Caetano Futebol (@adscoficial)

Chegou ao fim a passagem de MC Livinho como jogador do São Caetano. Após a derrota por 2 a 0 para o rival São Bernardo, nesta terça-feira, o Azulão se despediu da Copa Paulista na semifinal e ainda viu o funkeiro chorar ao dar adeus ao time do ABC paulista.

Em sua conta no Instagram Livinho falou sobre a realização do sonho de ser jogador de futebol e agradeceu ao clube, funcionários e torcedores pela breve trajetória no São Caetano.

Leia também:

"Família, muito obrigado a todos você que torceram por mim nesse sonho que eu realizei no futebol, ter se tornado um jogador profissional", disse.

"Me dediquei todo esse tempo, todos esses dias, me concentrei, treinei. Sou muito grato a Deus por essa oportunidade, muito grato ao São Caetano por ter aberto essa porta para mim, realizar esse sonho. O ciclo se encerra por aqui hoje, mas quero agradecer a todos que torceram por mim", acrescentou emocionado.

Livinho teve estreia promissora, em setembro, sofrendo o pênalti que deu o gol de empate ao Azulão em confronto contra a Portuguesa. No jogo seguinte tropeçou na bola e acabou entregando um dos gols na derrota por 3 a 0 contra o Taubaté.

Tentou de todas as formas fazer um gol e a melhor oportunidade chegou no jogo contra o XV de Piracicaba, em partida válida pelas quartas de final da Copa Paulista. O funkeiro recebeu um passe de calcanhar de Portuga e ficou de frente para o goleiro próximo a risca da pequena área, mas chutou para fora.

Em outras tentativas sonho acabou adiado

Essa foi a primeira vez de Livinho como jogador profissional após tentativas frustradas. Em 2018, o cantor chegou a passar por um período de testes no Oeste e treinou com o elenco que disputaria a Série B do Brasileirão.

No ano passado, ele chegou a ser anunciado pelo Audax de Osasco, mas desistiu antes mesmo da apresentação aos torcedores. Em ambas ocasiões, a agenda de shows atrapalhou sua estreia nos gramados e com as restrições por conta da pandemia de Covid-19, o funkeiro conseguiu realizar o sonho de tantos brasileiros: ser jogador de futebol.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos