Mayke sofre com críticas da torcida do Cruzeiro, mas Mano pede calma

"Uma multidão azul resolveu se anular nas redes sociais para, no lugar de seus rostos, estampar o escudo cinco estrelas"

Paciência. É o que pediu Mano Menezes à torcida do Cruzeiro com Mayke. Questionado por uma pequena parcela da torcida na vitória por 2 a 0 sobre o América-MG, no Mineirão, pela partida de ida da semifinal do Campeonato Mineiro, o lateral direito foi elogiado pelo treinador.

O comandante gaúcho destaca o fato de ele ter substituído Ezequiel à altura e pede que os torcedores evitem criticá-lo durante os jogos, alegando que é algo que o atrapalha.

"A equipe do Cruzeiro perdeu cedo demais a paciência com o Mayke. Começou a fazer um pequeno burbúrio e isso tira a tranquilidade do jogador. Se no final do jogo, o Mayke não jogar bem, pode vaiar, sem problemas. Ele fez um jogo extraordinário no Morumbi. Ele foi extremamente importante quando Ezequiel esteve fora. Isso tem que ser pensado por nosso torcedor", comentou.

Além de Mayke, hoje, o Cruzeiro tem outros dois nomes à disposição. Lennon, recém-contratado junto ao Cruzeiro-RS, e Ezequiel, que é titular da posição, mas se recupera de problema muscular.