Maycon diz que vitória contra o Boca foi para 'lavar a alma' após derrota no Dérbi

Maycon celebrando um de seus gols contra o Boca Juniors (Foto: Alex Silva / LANCEPRESS!)


Autor dos dois gols do Corinthians na vitória por 2 a 0 contra o Boca Juniors, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, Maycon participou da entrevista coletiva e disse que essa foi uma das partidas mais memoráveis de sua carreira.

> GALERIA - Maycon brilha em vitória do Timão contra o Boca; veja notas

Contudo, antes de brilhar e ser decisivo contra o Boca, o volante, assim como o resto do elenco, sofreu duro baque na derrota por 3 a 0 para o Palmeiras, no Dérbi válido pelo Brasileirão. O camisa 5 disse que o elenco, assim como a torcida, sentiu a derrota para o rival.

- Quando perdemos um clássico sentimos muito, sabemos o que significa para a torcida. Foi uma derrota dura, nós sentimos bastante e sabemos que a torcida sentiu. O grupo deu a resposta hoje, fomos bem. É um grupo unido. A arena estava pulsando hoje e foi um resultado importante para nós. A gente sente o que eles (torcedores) sentem. A gente precisava lavar a alma - comentou.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians na Libertadores

O volante, que retornou por empréstimo ao Timão em meio ao conflito entre Rússia e Ucrânia, destacou a garra da equipe durante os 90 minutos, e disse que os atletas souberam sofrer contra uma das mais tradicionais equipes da competição.

- Foi uma partida que vou guardar para o resto da minha vida. O grupo está de parabéns. A torcida pediu entrega e conseguimos isso. Sei que o Corinthians para vencer tem que saber sofrer. Hoje foi um ponto muito importante o que fizemos na segunda parte, o Boca é muito tradicional na Libertadores, mas fizemos o nosso trabalho e conseguimos o resultado - disse o volante.

Na partida contra o Boca, Maycon foi escalado em uma trinca de meio-campistas, ao lado de Du Queiroz e Renato Augusto. Du foi o primeiro volante, e isso possibilitou o camisa 5 ter mais liberdade para subir no campo e infiltrar na área adversária.

> GUIA - Tudo sobre o Corinthians no Campeonato Brasileiro

Foi assim que os dois gols do volante nasceram, invadindo a área e aproveitando os buracos cedidos pela defesa. O atleta analisou a transição na nova função, e disse que todos no clube devem estar à disposição para ajudar o rendimento da equipe.

- No Shakhtar eu joguei mais de primeiro volante do que de segundo até mesmo pela característica do time. Eu quero só ajudar o Corinthians, é claro que vim de um tempo grande armando a equipe por trás, mas estou à disposição para ajudar. Os jogadores estão cientes de que todos aqui estão para ajudar. Apenas a entrega do grupo pode resultar numa vitória como essa. O clube é o mais importante - analisou o camisa 5.

O próximo confronto do Corinthians na Libertadores é na semana que vem, quarta-feira (4) contra o Deportivo Cali, na Colômbia, às 21h. Antes disso, o Timão recebe o Fortaleza pela quarta rodada do Brasileirão, domingo (1), às 16h.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos