Sampaoli nega reunião com representantes da AFA antes de jogo do Sevilla

Sevilla (Espanha), 14 abr (EFE).- O técnico Jorge Sampaoli, do Sevilla, garantiu nesta sexta-feira que não se reuniu com qualquer representante da Associação de Futebol Argentina (AFA) para discutir possível contratação para comandar a seleção 'albiceleste'.

"Não me reuniria nem com meu irmão antes de um jogo. Esta cidade me deu carinho extremo, exagerado carinho e tenho que responder moralmente. Deixarei tudo para que a equipe esteja o mais no topo possível", garantiu o comandante da equipe da Andaluzia, em entrevista coletiva.

As declarações de Sampaoli também servem como resposta ao próprio Sevilla, que, há dois dias, divulgou comunicado, criticando as conversas entre o técnico e a entidade argentina. Segundo o ex-Universidad do Chile e seleção chilena, as notícias sobre negociação não passam de suposição.

O treinador foi taxativo ao garantir que não disse "sim" para a qualquer proposta de treinar a seleção argentina, e lembrou que, nos últimos dias, foi especulado como futuro comandante da Holanda, do Paris Saint-Germain e do Arsenal, sendo que "nada disso era verdade". EFE