Max Verstappen (Red Bull) vence GP do México de F1

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Max Verstappen (Red Bull), comemora no pódio após vencer o Grande Prêmio do México de Fórmula 1, no dia 7 de novembro de 2021 (AFP/ALFREDO ESTRELLA)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O holandês Max Verstappen (Red Bull) se consolidou como líder do mundial de Fórmula 1 neste domingo ao vencer o Grande Prêmio do México com autoridade aumentando a vantagem sobre o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), atual campeão mundial, que terminou em segundo.

O terceiro lugar no pódio ficou com o mexicano Sergio Pérez (Red Bull), que por alguns momentos liderou a corrida para a alegria da torcida local que lotou as arquibancadas do Autódromo Hermanos Rodríguez.

Valtteri Bottas, que largou na pole, perdeu a posição privilegiada poucos metros após a largada depois de ser ultrapassado por Verstappen e sofrer um toque do australiano Daniel Ricciardo (McLaren).

Com a vitória na Cidade do México, Verstappen alcançou 312,5 pontos e se afastou de Hamilton, que é o segundo colocado com 293,5 pontos. Bottas não pontuou e ficou com 185 na classificação enquanto Pérez diminuiu sua distância em relação ao finlandês ao chegar a 165 e ficar na quarta posição.

- Dia de festa na Cidade do México -

Antes da corrida, o México, como anfitrião, apresentou um show musical e multicolorido. Mariachis tocava sons tradicionais com coreografias vistosas.

Poucos momentos antes do início da competição, aviões da Força Aérea Mexicana sobrevoaram o autódromo, deixando um rastro de fumaça nas cores da bandeira mexicana: verde, branco e vermelho.

Após a largada, Max Verstappen, que largou em terceiro na segunda fila do grid, deu início à corrida determinado a vencê-la e antes de chegar à primeira volta conquistou o primeiro lugar de Bottas que no sábado havia conquistado a pole position.

Além disso, o holandês se beneficiou momentos depois com o toque entre Ricciardo e Bottas. O australiano perdeu a asa e caiu da sétima para a décima sétima posição.

Bottas foi para o décimo oitavo e último lugar porque quase simultaneamente o japonês Yuki Tsunoda (AlphaTauri) e o alemão Mick Schumacher (Haas) deixaram a corrida após um impacto entre eles nos primeiros metros da primeira volta.

Como resultado destes incidentes, o pódio foi se configurando: Verstappen como primeiro, seguido por Hamilton e com 'Checo' Pérez como terceiro. O mexicano entrou em uma disputa acirrada pelo segundo lugar com o britânico, e na 34ª volta, com a primeira parada de seu companheiro de equipe holandês nos boxes, Pérez assumiu a liderança com Verstappen em segundo e Hamilton em terceiro.

Na 41ª volta quando Pérez foi aos boxes para trocar os pneus e Verstappen ficou em primeiro lugar e Hamilton em segundo.

O holandês venceu a corrida com 16 segundos e 555 milésimos à frente de Hamilton.

"Parabéns ao Max, seu carro é muito superior", disse Hamilton após o fim da corrida. Os dois pilotos da Red Bull "fizeram um excelente trabalho, tivemos uma grande disputa e no final cheguei em segundo", reconheceu.

A luta pelo segundo lugar foi feroz. Pérez partiu à caça de Hamilton, que conseguiu manter sua posição até o fim.

"Obviamente eu queria mais, queria a dobradinha para a equipe", disse Sergio Pérez, que se tornou o primeiro mexicano a subir ao pódio na história do Grande Prêmio do México. "Queria dar o coração pelas pessoas", acentuou no agradecimento à torcida que o apoiou ao longo de toda a semana.

--- Classificação final do GP do México:

1. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) os 305,354 km em 1h 38:39.086

2. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) a 16.555

3. Sergio Pérez (MEX/Red Bull-Honda) 17.752

4. Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda) 1:03.845

5. Charles Leclerc (MON/Ferrari) 1:21.037

6. Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari) a 1 volta

7. Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin-Mercedes) a 1 volta

8. Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo-Ferrari) a 1 volta

9. Fernando Alonso (ESP/Alpine-Renault) a 1 volta

10. Lando Norris (GBR/McLaren-Mercedes) a 1 volta

11. Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo-Ferrari) a 1 volta

12. Daniel Ricciardo (AUS/McLaren-Mercedes) a 1 volta

13. Estéban Ocon (FRA/Alpine-Renault) a 1 volta

14. Lance Stroll (CAN/Aston Martin-Mercedes) a 2 voltas

15. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 2 voltas

16. George Russell (GBR/Williams-Mercedes) a 2 voltas

17. Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes) a 2 voltas

18. Nikita Mazepin (RUS/Haas-Ferrari) a 3 voltas

Abandonos:

Mick Schumacher (ALE/Haas): 1ª volta

Yuki Tsunoda (JPN/AlphaTauri-Honda): 1ª volta

--- Classificação do Mundial de pilotos:

1. Max Verstappen (HOL) 312,5 pontos

2. Lewis Hamilton (GBR) 293,5

3. Valtteri Bottas (FIN) 185

4. Sergio Pérez (MEX) 165

5. Lando Norris (GBR) 150

6. Charles Leclerc (MON) 138

7. Carlos Sainz Jr (ESP) 130,5

8. Daniel Ricciardo (AUS) 105

9. Pierre Gasly (FRA) 86

10. Fernando Alonso (ESP) 60

11. Estéban Ocon (FRA) 46

12. Sebastian Vettel (ALE) 42

13. Lance Stroll (CAN) 26

14. Yuki Tsunoda (JPN) 20

15. George Russell (GBR) 16

16. Kimi Raikkonen (FIN) 10

17. Nicholas Latifi (CAN) 7

18. Antonio Giovinazzi (ITA) 1

19. Mick Schumacher (ALE) 0

20. Nikita Mazepin (RUS) 0

21. Robert Kubica (POL) 0

Classificação do Mundial de Construtores:

1. Mercedes 478,5 pontos

2. Red Bull-Honda 477,5

3. Ferrari 268,5

4. McLaren-Mercedes 255

5. Alpine-Renault 106

6. AlphaTauri-Honda 106

7. Aston Martin-Mercedes 68

8. Williams-Mercedes 23

9. Alfa Romeo-Ferrari 11

10. Haas-Ferrari 0

str/gfe/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos