Mauro Cezar diz que Sabino foi irresponsável: 'O que justifica cobrar o pênalti daquela forma?'

LANCE!
·2 minuto de leitura


O jornalista Mauro Cezar Pereira foi mais um a criticar o zagueiro Sabino, após o pênalti desperdiçado aos 47 minutos do segundo tempo que poderia evitar a derrota de virada do Coritiba para o Botafogo por 2 a 1 no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro. Depois de Renato Maurício Prado detonar o zagueiro, Mauro citou uma irresponsabilidade na cobrança e questionou o porquê de Sabino seguir cobrando pênaltis daquela maneira.

>> Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

- O que explica Sabino batendo pênalti de tal maneira e em momento crucial como aquele? O que justifica a insistência do jogador em cobrar a penalidade máxima daquela forma? Nada fez o menor sentido naquele instante - escreveu Mauro em sua coluna no site "Um Dois Esportes".

- Neném Prancha, folclórico roupeiro, massagista, olheiro e técnico do passado, mestre das frases marcantes e curiosas disse certa vez: "Penalti é uma coisa tão importante, que quem devia bater é o presidente do clube". Exageros à parte, podemos dizer que pênalti é uma coisa tão importante que deve ser batido com responsabilidade, seriedade, concentração. O que se viu no Couto Pereira sábado foi o inverso disso - completou.

Mauro Cezar ainda lembrou do pênalti perdido por Sabino contra o Vasco, que o árbitro mandou voltar por Fernando Miguel ter se adiantado e em seguida convertido por Robson. O jornalista, inclusive, sugeriu o atacante para a cobrança.

- Robson estava em campo, assim como Rafinha, por exemplo, mas quem partiu para a cobrança? Sabino. Então o zagueiro andou na direção da bola, deu o seu pulinho e… mandou para fora. Errou o alvo! - disse Mauro.

Com a derrota, o Coritiba ficou nos 21 pontos e foi ultrapassado pelo próprio Botafogo, que chegou aos 23 pontos. O primeiro clube fora da zona do rebaixamento é o Bahia, que tem 28 pontos e ainda joga nesta rodada.