Mauro Cezar diz que Flamengo recebeu 'ajudinha' de árbitro e critica: 'Pior jogo em 2020'


Após a vitória do Flamengo sobre o Junior Barranquilla por 2 a 1 na estreia da fase de grupos da Libertadores 2020, a atuação do Rubro-Negro foi criticada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira.

Durante o quadro "Fala, Maurão", o jornalista afirmou que o Flamengo ficou aquém do que pode apresentar em campo e que acabou entrando na pilha do time adversário, além de receber "uma ajudinha da arbitragem", assim como o Barranquilla.

- O Flamengo pode jogar muito mais do que se apresentou. O time brasileiro entrou na pilha do time colombiano de jogo pegado, brigado, para tentar igualar ali. Houve uma ajudinha da arbitragem, claro, o Flamengo teve uma mãozinha da arbitragem que também prejudicou ao não expulsar o Teo Gutiérrez, que agrediu o Filipe Luis. O árbitro foi muito mal, prejudicou o time colombiano na mão, o Flamengo na expulsão e o jogo - afirmou.

O comentarista dos canais ESPN também destacou que, por entrar na pilha do adversário, o Flamengo não jogou bem e fez seu pior jogo em 2020.

- O Flamengo entrou na pilha e não conseguiu jogar bem. Na empolgação, o Junior conseguiu encurralar o Flamengo, que sofreu forte pressão. Quando Michael entra no lugar do Arrascaeta, vai bem e puxa o contra-ataque. O Flamengo fez seu pior jogo em 2020 com o time titular e fica a lição de não poder entrar na pilha como entrou - finalizou.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também