Mauro Cezar diz que campanha do Atlético-MG é decepcionante e vê título brasileiro cada vez mais difícil

LANCE!
·2 minuto de leitura


O comentarista Mauro Cezar Pereira afirmou que a campanha do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro é decepcionante e vê o título cada vez mais difícil. Mauro analisou o forte investimento do Galo para conquistar a competição que não vence desde 1971, a expectativa gerada com a chegada do Jorge Sampaoli e o desempenho do clube no campeonato.

>> Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

- O Atlético-MG é um clube que investiu muito, contratou um técnico que fez um grande trabalho no Santos na temporada passada, o técnico de maior prestígio no Brasil nos últimos anos até a chegada do Jorge Jesus. Sampaoli chegou a Belo Horizonte para colocar o Atlético-MG no caminho de um título que não conquista desde 1971 - disse Mauro no "Fala, Maurão", do site "UOL".

- O Atlético-MG quer ser campeão brasileiro, mas isso vai ficando cada vez mais difícil. Nos últimos seis jogos, o Galo ganhou dois, empatou dois e perdeu dois. Teve antes disso duas vitórias importantes, sobre o Corinthians, em São Paulo, e os 4 a 0 sobre o Flamengo. Antes disso, dos seis jogos anteriores, o Atlético-MG perdeu três, empatou dois e venceu apenas um. Isso significa que tirando esses dois jogos, nas 12 últimas partidas, o Atlético-MG venceu três. Na últimas 15, venceu cinco - analisou.

Mauro Cezar acredita que clubes como São Paulo e Flamengo têm mais chances de título e que trabalho do Galo caminhe para uma vaga na Libertadores 2021.

- O time vem deixando muitos pontos pelo caminho. É uma campanha que deixa a desejar, é uma campanha decepcionante. O Atlético-MG tem chance de ser campeão brasileiro? Sim, mas a própria matemática não aponta para essa direção. E o futebol apresentado, mais os resultados, torna o Atlético-MG ainda mais distante disso - opinou.

- Primeiro porque o São Paulo tem sido mais regular, está à frente e tem uma boa vantagem. O Flamengo está atrás, mas tem dois jogos a menos. Dá toda a pinta que o Galo não vai mais disputar o título brasileiro. Dá mais pinta que seja um trabalho para garantir vaga na Libertadores do ano que vem e aí sim em 2021, caso tenha continuidade o trabalho de Sampaoli, o Atlético-MG possa ser realmente competitivo como se esperava e como ameaçou ser em alguns momentos desse Campeonato Brasileiro - completou.

O Atlético-MG é vice-líder do Campeonato Brasileiro com 46 pontos, sete a menos que o líder São Paulo. Entretanto, o Galo pode ser ultrapassado pelo Flamengo, que tem 45 pontos, ainda joga na rodada e tem outra partida pendente.