Mauro Cezar crava favorito no clássico entre Palmeiras e São Paulo: 'Está jogando melhor'

·2 minuto de leitura


O clássico Choque-Rei promete capítulos emocionantes nas próximas semanas. Além do duelo pelo Campeonato Brasileiro, no próximo dia 31 (sábado da semana que vem), Palmeiras e São Paulo se enfrentam, em agosto, para decidir quem avança à semifinal da Libertadores. Sobre o confronto, Mauro Cezar relatou ao 'UOL' que há um favorito para o clássico pelo torneio sul-americano. Segundo ele, o Palmeiras 'está jogando melhor'.
+ Confira todos os resultados da Libertadores

- Se o jogo fosse hoje, o Palmeiras seria o favorito, o mais indicado a vencer porque está jogando melhor. O Campeonato Brasileiro mostra isso, porque um lidera [Palmeiras] e outro até outro dia estava na zona de rebaixamento [o São Paulo ocupa atualmente a 16ª colocação]. O Palmeiras está mais inteiro, o São Paulo agora que está conseguindo recuperar alguns jogadores que estavam fora de combate, mais ainda tem lesionados. Não tem o Daniel Alves, porque o Daniel Alves resolveu ir para o Japão passear lá e jogar a Olimpíada - disse.

O jornalista relembrou a eliminação traumática para o CRB na Copa do Brasil. Para Mauro, o tempo de descanso pode ser essencial para Abel Ferreira, muito elogiado pelo novo comentarista do SBT.

- Se a eliminação do Palmeiras para o CRB foi péssima para o Palmeiras, que é o atual campeão da Copa do Brasil, ele terá também nenhum compromisso de meio de semana, porque dá uma semana livre entre os jogos do Campeonato Brasileiro - pontuou.

- Ele está de parabéns porque finalmente o Palmeiras vem demonstrando nos últimos jogos algumas novidades na forma de jogar, ontem isso mais se acentuou. O Palmeiras fez 1 a 0, custou a fazer o gol, mas já merecia há muito tempo, a bola batia na trave, passava rente à trave e não entrava. O próprio gol foi um pouco disto, com o gol do Marcos Rocha em um rebote. O time continuou atacando, continuou criando e fez aquilo que me parece o óbvio. Você tem um time superior que já havia derrotado o adversário em casa e busca mais [oportunidades]. Não fez mais gols, mas o placar não traduziu absolutamente o que foi a partida - completou.

É a quarta vez que Palmeiras e São Paulo se encontram nas fases finais da Libertadores. Mauro Cezar elogiou a última atuação alviverde no despache da Universidad Católica.

- O Palmeiras foi muito diferente do que nós vimos no Chile, quando só se defendeu praticamente e fez um gol num pênalti inexistente. Depois tomou uma pressão danada, tanto que o Weverton [goleiro] fez sete defesas naquela ocasião. Ontem foi ao contrário, o Palmeiras se impôs, mostrou um futebol que favorece mais jogadores, como Raphael Veiga, Scarpa e outros bons jogadores, que têm habilidade, técnica, são mais criativos e gostam de ter a bola - concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos