Mauro Cezar apoia diminuição de jogos de seleções na pandemia: 'Copa América é dispensável'

LANCE!
·1 minuto de leitura


A quantidade de jogos de seleções em meio à pandemia do novo Coronavírus vem incomodando o jornalista Mauro Cezar Pereira. Para ele, diante das circunstâncias, o ideal seria uma diminuição nos números de partidas. O comentarista ainda afirma que não há necessidade de realizar a Copa América.


>> Veja a classificação do Campeonato Carioca


- Temos que entender que esse é um momento de transição, pandemia, jogos sem público, muita coisa acontecendo. Acho muito precoce qualquer avaliação sobre o potencial dessas seleções europeias nesse momento, jogando futebol nessas circunstâncias - disse Mauro Cezar no "Fala, Maurão", do site "UOL".

- A exemplo do que acontece no Brasil com a tentativa de continuar jogando para que os clubes possam faturar e honrar seus compromissos, na Europa não é diferente. O que eu questiono é a quantidade de jogos de seleções. Alguns casos poderiam ter sido enxugados ou até eliminados, como é um absurdo acontecer a Copa América nesse ano, totalmente dispensável - completou.

A Copa América será realizada em junho, na Colômbia e Argentina. A Seleção Brasileira estreia no dia 14, contra a Venezuela.