Maurício Galiotte elogia grupo e diz que Palmeiras não terá saídas

Jogadores menos usados por Eduardo Baptista, como Erik, Rafael Marques e Alecsandro, geraram recentemente interesse de outros clubes no Brasil. Mas de acordo com o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, nenhum deles deixará o clube. A intenção da diretoria é manter os que estão no grupo.

- A ideia é contar com todos do elenco. O grupo é qualificado, unido, tem nos ajudado muito e a ideia é contar com todos do elenco atual - disse o dirigente, em evento na Federação Paulista de Futebol.

O elenco palmeirense hoje conta com 30 jogadores, mas Thiago Martins (cirurgia no joelho), Jean (fissura no pé), Arouca (cirurgia no tornozelo), Guerra (fraturas no nariz e lesão no quadril) e Moisés (cirurgia no joelho) estão tratando lesões no departamento médico.

Além disso, jogadores como Vitor Hugo, monitorado pela Fiorentina (ITA), podem receber propostas na próxima janela de transferências, apesar do discurso do presidente. Até por isso, o Verdão está atento ao mercado: para a zaga, o clube negocia com Luan, do Vasco. A Crefisa é quem fará o aporte caso a negociação tenha um desfecho feliz. Maurício, porém, preferiu despistar sobre a situação do jogador, medalha de ouro na Rio-2016.

- É um grande jogador, que todo clube gostaria de tê-lo mas não temos absolutamente nada sobre essa contratação - despistou.

Sobre Everton Ribeiro, ele mais uma vez negou estar em negociações. O meia de 27 anos quer sair do Al-Ahli (EAU), e o Verdão monitora a situação do jogador. Os valores, por enquanto, estão acima do limite do clube. Flamengo, São Paulo e Cruzeiro são outros interessados. O fechamento da janela de transferências do exterior na próxima segunda é outro entrave.

- Nós recebemos as informações de que ele (Everton Ribeiro) está voltando, mas nosso grupo está bem qualificado e com jogadores que podem suprir essa posição - respondeu o presidente.











E MAIS: