Mau negócio: Ponte Preta e São Bento empatam em 1 a 1 na Série B

Futebol Latino
LANCE!
Foto: Reprodução/Premiere
Foto: Reprodução/Premiere


Nem Ponte Preta nem São Bento podem se sentir contentes com o marcador de 1 a 1 obtido nessa terça-feira (5) pela Série B na cidade de Campinas, mais precisamente no Estádio Moisés Lucarelli.

Isso porque, nesse momento, o clube campineiro está há seis rodadas sem encontrar o caminho das vitórias, estando na tabela em 11° com 43 unidades, enquanto o Bentão é o último colocado da competição com 30 pontos e cada vez mais afundado na zona de rebaixamento.

DOMINANDO SEM SER AGUDO

A posse de bola ficava mais tempo com a Ponte que tentava trabalhar no plano ofensivo, mas tinha dificuldade em adentrar a grande área da meta defendida por Henal. O time de Sorocaba, com grande concentração de jogadores no seu campo, na hora de se movimentar em bloco para sair no contra-ataque, era muito lento e acabava tendo poucas aparições que realmente fizessem Ivan ficar mais atento.

QUE PERIGO!

Em um chute de média distância dado pelo meio-campista Paulinho, a bola desviada no meio do caminho por Lucas Mineiro e Ivan foi obrigado a fazer uma intervenção maravilhosa, de muito reflexo. Outro meio-campista, Rodolfo, teve a sobra nos pés, limpou a marcação e bateu rasteiro com força bola que passou raspando a trave esquerda do time pontepretano.

QUE PERIGO! AGORA DO OUTRO LADO


Aos oito minutos, já do segundo tempo, a trama ofensiva da Ponte Preta foi muito bem esquematizada com Guilherme Guedes dominando bem a bola do lado esquerdo, levantando a cabeça e tocando pra trás no pé de Camilo. O camisa 5 chegou batendo com firmeza, mas Henal foi muito bem caindo rapidamente e espalmando pra escanteio.

O ERRADO QUE DEU CERTO

A jogada não foi das mais plásticas, porém, para o contexto do jogo, foi extremamente importante por representar a inauguração da contagem no Moisés Lucarelli. Em jogada individual de Marquinhos pela esquerda, o cruzamento foi mal dominado por Vico dentro da área, mas João Carlos ficou com a sobra e ajeitou de volta para Vico. Dessa vez, o jovem emprestado pelo Grêmio bateu de primeira com o pé esquerdo e balançou as redes do São Bento com 19 minutos.

CRESCEU E MERECEU

Com o jogo ficando na tônica onde o Bentão resolveu se expôr por não ter "nada a perder" depois de já estar atrás no placar e a Macaca não reduzindo o ritmo para tentar consolidar sua vitória, a equipe visitante se mostrou diversas vezes se aproximando mais da meta de Ivan e, gradativamente, com mais qualidade.

A evolução foi tamanha que, aos 31, Rodolfo invadiu o lado direito do ataque, cruzou rasteiro e encontrou Raphael Martinho entrando com liberdade na grande área para bater firme, rasteiro, fugindo totalmente das mãos de Ivan. 1 a 1 em Campinas.


















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também