Mattos vai a público para dizer que ambiente do Palmeiras é bom

Diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos não costuma dar muitas entrevistas. Isso só ocorre em momentos mais críticos, quando o clube quer reclamar da arbitragem ou passa por um mau momento. E foi isso que aconteceu nesta quarta-feira (26): Mattos teve que ir a público para negar que o ambiente do Palmeiras esteja ruim.

A desconfiança existe por causa da eliminação no Campeonato Paulista e se agravou após o flagra de uma discussão entre Felipe Melo e Róger Guedes no treino. 

Então Mattos deu entrevista à ESPN e negou que exista um clima ruim entre os jogadores: "muita gente coloca que o Mattos é um grande contratador. Sou absolutamente nada. Se tem um ponto forte é ambiente de trabalho. Se tem uma situação que não abro mão, é ambiente. Se não estiver propício, a gente cria alternativas, faz o que tem que fazer. Não é o que está acontecendo. A gente escuta, lê cada coisa, tem uns aí que têm uma capacidade enorme de criar textos que poderiam ir para Hollywood. O que tem aqui dentro é um grupo trabalhando para o melhor. Obviamente tem discussões, como em todas as empresas do mundo, mas tem de ser discussão sadia, pensando no bem maior".

Na imagem, gravada pelo cinegrafista Edson Silva, da TV Globo, Felipe Melo grita com Róger Guedes: "p..., assim fica difícil, meu irmão. Tá falando pra c...! Me respeita, p...! Você é moleque, me respeita! É moleque pra c...".

Alexandre Mattos afirmou que, apesar dessa discussão, o treino foi tranquilo e há comando no clube: "não tem problema nenhum de relacionamento, e se tivesse eu já tinha atuado. Isso não ocorre porque aqui tem comando, tem direção, tem coisa séria. Estou aqui há dois anos e não é para chegar em um momento desses e virar baderna, virar a casa da mãe Joana. Aqui tem respeito. Discussões, probleminhas, se resolvem ali dentro e vai".

Porém, o dirigente deixou claro que precisa evitar que situações como essa sejam vistas publicamente:  "houve duas situações importantes que não vão acontecer. Quando digo que não vão acontecer mais, não é internamente, mas externamente, porque as pessoas levam para um outro caminho. Róger Guedes é um jovem que tem personalidade forte e tenho certeza que hoje fará um grande jogo", afirmou, nesta quarta-feira (26), dia da partida entre Peñarol-URU e Palmeiras, em Montevidéu.

Outra polêmica recente no elenco do Palmeiras foi sobre Miguel Borja, que reclamou de ser substituído no segundo jogo contra a Ponte Preta. Mattos pediu paciência com o colombiano, mas admitiu que foi preciso fazer uma intervanção para acalmá-lo.

"Ele é do bem e está encontrando sua maneira de atuar. É um processo natural de adaptação. O Eduardo aptista conversou com Borja e direcionou o modo que as coisas funcionam aqui. Pontuou algumas coisas, tudo normal. O Borja tem grande potencial e vai decidir muitos jogos pra gente".