Matheus Ribeiro fala de esforço para seguir na Chapecoense: 'Pesou a maneira que fui recebido'

Futebol Latino
·2 minuto de leitura


Líder do Brasileirão da Série B e cada vez mais próxima de assegurar seu retorno a elite do futebol nacional em 2021, a Chapecoense tem conseguido manter as peças que estruturaram a campanha até aqui como, por exemplo, o lateral Matheus Ribeiro.

Para o jogador que está na Chape por empréstimo do Santos, se posicionar à favor da permanência mesmo depois de se lesionar e perder espaço no time titular está intimamente ligado ao fato do acolhimento do clube, da cidade e também da proximidade com sua terra natal, a cidade gaúcha de Erechim, que fica pouco menos de 100 quilômetros de Chapecó:

- Pesou na minha decisão a maneira que fui recebido aqui, tanto pela diretoria como pela comissão técnica do Umberto que me acolheu super bem. A cidade também, é próxima a minha casa, me sinto bem. Por isso fiz esse esforço para ficar e estou muito feliz com essa continuidade.

- A lesão realmente atrapalhou a sequência boa que eu vinha tendo de 15 jogos seguidos. Infelizmente aconteceu, perdi um período importante e os companheiros que estiveram no meu lugar corresponderam bem e merecem continuar jogando. Agora eu tenho que batalhar muito e aproveitar, se tiver mais uma oportunidade, para voltar a equipe - agregou.

Nesse momento, a equipe lidera a Série B com 10 pontos de distância para o Juventude, primeiro clube fora do G4. Por isso e também através da convivência diária, Matheus Ribeiro não vê o plantel correndo risco de cometer erros que possam comprometer o acesso do Verdão do Oeste:

- Em relação a isso (risco de queda brusca no segundo turno) é ter 100% de tranquilidade, o grupo é muito focado. A Série B é muito dinâmica, um perde e ganha constante, então o time precisa estar o tempo todo focado para atingir o objetivo principal, que é o acesso.