Justiça francesa investiga candidaturas para Copas de 2018 e 2022, diz jornal

Paris, 27 abr (EFE).- A Justiça da França investiga a concessão das sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022, informou nesta quinta-feira o jornal "Le Monde", segundo o qual o ex-presidente da Fifa Joseph Blatter foi interrogado no último dia 20 como testemunha.

A Procuradoria Nacional Financeira do país abriu um inquérito preliminar em 2016 por "corrupção privada", "associação de malfeitores" e "tráfico de influências", e segue a esteira das investigações realizadas em Suíça e Estados Unidos, destacou a publicação.

O interrogatório de Blatter, segundo o "Le Monde", aconteceu na Suíça, atendendo a uma petição de ajuda penal internacional à Justiça do país, que abriu sua investigação a respeito em março de 2015.

O jornal detalhou que a Procuradoria francesa focará seus trabalhos nos "protagonistas franceses" vinculados à concessão das sedes destas duas edições da Copa, entre eles o já suspenso presidente da Uefa, Michel Platini, que ainda não foi interrogado, Reynald Temarii, ex-membro do comitê executivo da Fifa, e Jérôme Valcke ex-secretário geral da entidade máxima do futebol. EFE