Mata-mata pode trazer de volta 'Kane da Euro' por recordes e feitos históricos com a Inglaterra

Kane marcou seu primeiro gol na Copa de 2022 contra Senegal (Foto: Paul ELLIS / AFP)


O duelo contra o Senegal, neste domingo (4), pelas oitavas de final da Copa do Mundo, é a grande chance para o atacante Harry Kane desencantar na competição. Chuteira de Ouro no último Mundial, realizado em 2018, o astro da Inglaterra tem a chance de ser o primeiro atleta a alcançar a artilharia do torneio em duas edições consecutivas.

No entanto, para alcançar o feito, Kane precisará reviver a sua versão na Eurocopa, no ano passado, quando não foi às redes na fase de grupos, mas desandou a fazer gols no mata-mata. O desempenho dele ajudou a seleção inglesa chegar até a final, quando perdeu para a Itália, no pênaltis, e ficou com o vice-campeonato.

+ Uruguai e Alemanha eliminados! Lembre vexames de gigantes na primeira fase de Copas

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Foram quatro gols marcados entre as oitavas e a final da Euro. Kane balançou a rede em todas as fases do mata-mata, com exceção da final, quando Luke Shaw deixou a sua marca na Inglaterra. Na disputa por pênaltis, Harry Kane converteu a sua batida, mas Rashford, Sancho e Saka erram, e o título ficou com os italianos.

E ser artilheiro em duas Copas do Mundo consecutivas não é o único feito que Kane pode alcançar na competição. Com 51 gols marcados pela Inglaterra, o centroavante está a três de ultrapassar Wayne Rooney e se tornar o maior artilheiro da seleção inglesa na história.

+ Confira a tabela da Copa do Mundo e simule os jogos das oitavas de final

Porém, enquanto não desencanta, Harry Kane tem ajudado os ingleses com o seu lado garçom. Foram três assistências no Mundial, até aqui, e o capitão da Inglaterra é o primeiro colocado nessa estatísitca.

Neste momento, a artilharia da Copa do Mundo conta com cinco atletas, entre eles o inglês Marcus Rashford. Completam o grupo: Álvaro Morata (Espanha), Cody Gapko (Holanda), Enner Valencia (Equador) e Kylian Mbappé (França), todos com três gols marcados. Assim, mesmo que ainda zerado, Kane tem chances de brigar caso tenha o mesmo arranque da Euro.