Massa se diz surpreso por Button não testar carro antes de Mônaco

Após Fernando Alonso chocar o mundo do automobilismo ao anunciar que perderá o Grande Prêmio de Mônaco para disputar as 500 Milhas de Indianápolis, principal prova da Fórmula Indy, a McLaren já anunciou o substituto do espanhol. Jenson Button foi o escolhido para atuar no Principado, e Felipe Massa revelou que ficou surpreso com uma das decisões do britânico.

Button, que defendeu a McLaren nas últimas sete temporadas, já afirmou que se preparará para a corrida em um simulador, ao invés de testar o carro na pista. Massa estranhou a decisão do campeão mundial de 2009, já que, devido às mudanças no regulamento da F1, os carros estão muito diferentes em relação aos do último ano.

“A única coisa que não entendo é por que ele não testará na pista. Se tivéssemos o mesmo carro que ano passado, tudo bem, mas o carro é completamente diferente. Você pode fazer um teste, dar 100 voltar, entender os pneus. Ele nunca dirigiu com pneus assim. Se o simulador é tão bom, por que a maioria dos bons pilotos não querer ir?”, disse ao Motorsport.com.

Mesmo assim, Massa declarou que tinha certeza de que a McLaren recorreria a Jenson para substituir Alonso, e que é a melhor opção. Na temporada de 2017, quem está no lugar de Button na escuderia britânica é o jovem belga Stoffel Vandoorne.

“É bom tê-lo de volta. Ele é um ótimo piloto, e eu tinha certeza de que seria o escolhido. Você precisa colocar um cara com experiência, especialmente em Mônaco, então eu sabia que seria ele”, finalizou o brasileiro.