Massa: Schumacher trabalhava mais, Hamilton tem mais talento

Andrew van Leeuwen
·3 minuto de leitura

Com a vitória no GP de Portugal, Lewis Hamilton passou Michael Schumacher, tornando-se o piloto mais vencedor da história da Fórmula 1 e, com isso, as comparações entre os dois multicampeões tornaram-se inevitáveis. E o mais novo nome a analisar Hamilton e Schumacher esteve lado a lado com ambos em sua carreira: o brasileiro Felipe Massa.

Além de chegar a 92 vitórias na F1, Hamilton encaminha-se para conquistar seu sétimo título mundial, empatando com a outra grande marca do alemão.

Leia também:

Russell: rumores sobre Williams foram "alimentados pelo pessoal de Pérez"F1: Racing Point detona comissários por reprimenda dupla a Pérez em Portugal, que o deixam próximo de puniçãoBrawn compara ano de Leclerc com Hamilton e Schumacher: "É isso que faz um campeão mundial"

Massa, que correu na F1 entre 2002 e 2007, correu ao lado de Schumacher em sua primeira temporada na Ferrari, em 2006, último ano do alemão antes de sua primeira aposentadoria. Já Hamilton foi o seu principal rival no grid na disputa pelo título de 2008.

Enquanto concede que o melhor parâmetro para analisar ambos teria sido correr como companheiro de equipe de ambos, Massa sente que conhece ambos o suficiente para fazer a comparação.

Em entrevista ao podcast In the Fast Lane, da organização do GP da Austrália, Massa disse que a ética de trabalho de Schumacher, em termos de forma física e ajustes do carro é algo incomparável, mas que Hamilton é, provavelmente, o de maior talento natural entre os dois.

"É muito difícil comparar. Eu não corri com Lewis na mesma equipe. Para entender de fato você precisa correr com ambos no mesmo carro, entendendo os mesmos dados, para compará-los. Ambos são totalmente incríveis, talentosos e diferentes, pilotos completos em diferentes áreas".

"No lado técnico, acho que Michael está a frente. Não vejo Lewis trabalhando massivamente com os engenheiros, entendendo tudo do lado técnico. Não acho que ele conheça o carro 100%. Mas o seu talento e ritmo de corrida...".

"Michael treinava muito fisicamente, Michael era muito bom no lado técnico. Não tenho certeza como Hamilton é no treinamento físico, mas no lado técnico não é tanto assim. Mas ele faz tudo de modo perfeito".

"Talvez no lado do talento ele esteja a frente de Michael. Porque mesmo que ele não trabalhe tanto quanto, ele faz tudo de modo perfeito".

Massa adicionou que o talento natural de Hamilton era evidente a partir do momento de sua chegada à F1 em 2007, lutando pelo título apesar de correr ao lado do então bicampeão Fernando Alonso na McLaren.

"Desde o começo era claro que Lewis era um piloto muito talentoso. Ele não venceu [o Mundial] em 2007 por conta de alguns erros, faltou experiência em algumas corridas".

"Lembro na China quando ele bateu quando estava indo para os boxes, parando na área de escape. No final, ele não venceu o campeonato por causa desses erros, e também pela forte luta que teve com Alonso na equipe".

"Mas ele mostrou seu talento. Mostrou que era diferente e que poderia bater qualquer piloto. Ele mostrou isso de cara, em seu primeiro ano, ele mostrou que podia bater Fernando Alonso, outro grande talento, em seu primeiro ano".

"No final, seus números mostram sua capacidade, o que ele é capaz de fazer. E os números continuarão mostrando isso, porque ele vai bater todos os recordes na Fórmula 1, vitórias, e acredito que neste ano ele já vai chegar ao mesmo número de títulos de Michael, o que é inacreditável".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

TOP-5: As maiores tretas entre campeões da F1

PODCAST: O mercado da F1 para 2021 e os 30 anos do bicampeonato de Senna

Your browser does not support the audio element.