Massa crê que poderia ter ido melhor na classificação, mas elogia carro

No treino classificatório para o Grande Prêmio do Bahrein realizado neste sábado, Felipe Massa conseguiu o oitavo melhor tempo, e colocou a Williams na quarta fila do grid de largada. Apesar de ser um bom resultado, já que seu companheiro Lance Stroll foi apenas o 12º, o brasileiro queria mais.

Para Massa, o ideal seria sair uma posição à frente, na sétima colocação. Porém, o piloto não conseguiu encaixar a última volta rápida no treino. Mesmo assim, está confiante para a corrida, que será realizada neste domingo, às 12 horas (de Brasília).

“Eu esperava ficar em sétimo, era possível. Meu carro saiu um pouco de traseira na última curva, eu perdi um pouquinho ali. Talvez sétimo fosse a posição perfeita, mas estamos na batalha. O carro se comportou bem até agora, não só com pneu novo, mas também com usado, então estou bastante confiante para a corrida”, disse ao Sportv.

A pole position ficou com o finlandês Valtteri Bottas, ex-companheiro de Massa na Williams, que se transferiu à Mercedes após a aposentadoria do campeão Nico Rosberg. Felipe parabenizou o colega, e disse que não se surpreendeu com o bom resultado obtido pelo europeu.

“Ele ele está em um carro para fazer a pole. Sem dúvida é o melhor trabalho dele. Tenho certeza de que vai fazer um ótimo trabalho na Mercedes. É um bom piloto, e não acho que seja uma surpresa assim tão grande pelo piloto que é. Ele tem muito a aprender sobre a equipe em geral, mas fico feliz por ele”, finalizou.

A Williams, ex-equipe de Bottas, também parabenizou o ex-piloto. Em rede social, a equipe escreveu: “Parabéns, VB! Você percorreu um longo caminho e estamos muito orgulhosos de você!”. O finlandês defendeu o time em quatro temporadas, de 2013 a 2016, conquistando nove pódios pela escuderia.