Masià cresce no fim e lidera segundo treino livre da Moto3 em Valência

NATHALIA DE VIVO

Do ‘dream team’ ao fim da linha: os 526 dias antes do adeus de Lorenzo

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio


Jaume Masià terminou o primeiro dia de atividades com o pé direito em Valência. Nesta sexta-feira (15), o piloto fechou como o mais veloz dos treinos livres da Moto3 ao fazer o tempo de 1min39s612.

 

Quem abriu os trabalhos na primeira colocação foi o wild card Artigas. O piloto logo tratou de anotar 1min40s805 e, pouco depois, baixou ainda mais sua marca. Entretanto, não demorou muito para que logo fosse superado por Fernández.

 

Mas mesmo com algumas mudanças no nome da primeira posição, Xavier voltou a se colocar como o mais rápido dos ensaios. Lorenzo Dalla Porta chegou a encostar bastante no meio do treino, mas sem conseguir batê-lo.

 

Perto do fim, Arón Canet também tratou de se colocar na ponta da tabela. Superando Jaume Masià por apenas 0s042, o piloto anotou a marca de 1min40s071 para ser o mais veloz daquele momento.

 

Perto do fim, Jaume voltou a lidera as atividades ao cravar a marca de 1min39s743. Fernández, Canet, Artigas e Dalla Porta seguiam o piloto e completavam os cinco mais velozes do momento.

 

Nos respiros finais da sessão, Masià baixou ainda mais sua marca na ponta da tabela, caindo para 1min39s612. Com bandeira quadriculada, García, Ramírez, Artigas e Dalla Porta completam o top-5.


O GP da Comunidade Valenciana de Moto3 está marcado para o domingo, às 7h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Jaume Masià (Foto: Reprodução)


Paddockast #42

QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM





Saiba como foi o segundo treino da Moto3 em Valência:

 

No último treino livre da Moto3 no Ricardo Tormo, o céu estava limpo e sem nuvens e com o sol brilhando. No termômetro, as temperaturas estavam frescas, marcando 16ºC e o asfalto chegando a 21ºC.

 

Quando o cronômetro deu início aos 40 minutos de ensaio, os pilotos logo deixaram seus boxes e se dirigiram para a pista. Logo os tempos começaram a brotar na tabela com Artigas se colocando em primeiro com 1min40s805.

 

Os competidores não conseguiam bater o tempo do ponteiro, que baixou agora para 1min40s600. Fernández é quem vinha em segundo, com Tatay, Suzuki e Dalla Porta completando os cinco mais rápidos do momento.

 

Mas a medida que o relógio ia rodando em Valência, mas marcas começavam a baixar. O #55 se colocou na ponta com 1min40s209 e logo parou nos boxes. Antonelli, masià, Toba e Artigas vinham na sequência.

 

Restando 27 minutos para o encerramento da sessão, parte do pelotão estava na garagem. Antonelli, Arenas, Ramírez e Masià, o segundo, sétimo, oitavo e décimo, respectivamente, ainda estavam na pista.

 

Entre Fernández, com 1min40s209, e Arón Canet, com 1min41s167, os 17 primeiros competidores estavam separados por apenas 1s.

Com os pilotos de volta para o traçado, Artigas voltou a tomar a primeira colocação da tabela com 1min40s190. O #4 estava com uma vantagem de apenas 0s004 para Dalla Porta, o segundo. Fernánfez, Ramírez e Antonelli vinham depois. 

 

Mas no giro seguinte, o ponteiro tratou de baixar ainda mais seu tempo, caindo agora para 1min40s131. Mas foi a vez de Canet saltar para a ponta pouco depois ao cravar 1min40s113.

 

Enquanto isso, duas quedas foram vistas quase ao mesmo tempo em Ricardo Tormo. Yurchenko foi ao chão com certa violência na curva 6, enquanto John McPhee acabou caindo duas curvas mais para frente, na 8.

 

Sobrando pouco menos de 15 minutos para o tremular da bandeira quadriculada, Masià tratou de se colocar na primeira colocação com 1min40s071, apenas 0s042 mais veloz que Canet.

 

Nos minutos finais, os pilotos que avançavam para a fase final da classificação do sábado eram Masià, Fernández, Canet, Artigas, Dalla Porta, Fenati, Vierge, Nepa, Ramírez, Antonelli, Yurchenko, Migno, Salac e Toba.


Jaume voltou a se colocar como o mais veloz com 1min39s743. Com cinco minutos para o final, grande parte do pelotão que estava nos boxes deixa as garagens para o encerramento da sessão. Fernández, Canet, Artigas e Dalla Porta fecham o top-5.


Ayumu Sasaki foi mais um nome que protagonizou uma queda nos minutos finais da sessão, indo ao chão na curva 4. 

 

Na ponta do pelotão, Masià seguia puxando os tempos e ainda baixando sua marca para 1min39s612, com Sergio García em segundo. Ramírez, Dalla Porta, Fenati, Migno, Artigas, Arbolino, Fernández e Canet completam o top-10.



CHESTE WEATHER


Moto3 2019, GP da Comunidade Valenciana, treino livre 2:

1

J MASIÁ

Mugen KTM

1:39.612

 


2

S GARCIA

Estrella Galicia 0,0 Honda

1:39.681

+0.069


3

M RAMÍREZ

Leopard Honda

1:39.767

+0.155


4

X ARTIGAS

Leopard Impala Honda

1:39.856

+0.244


5

L DALLA PORTA

Leopard Honda

1:39.875

+0.263


6

R FENATI

Snipers Honda

1:39.895

+0.283


7

A MIGNO

Worldwide KTM

1:39.958

+0.346


8

N ANTONELLI

SIC58 Honda

1:39.982

+0.370


9

J MCPHEE

SIC HONDA

1:40.053

+0.441


10

T ARBOLINO

Snipers Honda

1:40.084

+0.472


11

R FERNANDEZ

Ángel Nieto KTM

1:40.111

+0.499


12

A CANET

Max KTM

1:40.113

+0.501


13

A ARENAS

Ángel Nieto KTM

1:40.177

+0.565


14

C VIETTI

VR46 KTM

1:40.247

+0.635


15

D BINDER

CIP KTM

1:40.252

+0.640


16

S NEPA

Avintia KTM

1:40.256

+0.644


17

F SALAC

Prüstel KTM

1:40.309

+0.697


18

C ÖNCÜ

Red Bull KTM Ajo

1:40.324

+0.712


19

K TOBA

Asia Honda

1:40.325

+0.713


20

M YURCHENKO

RBA KTM

1:40.360

+0.748


21

D FOGGIA

VR46 KTM

1:40.379

+0.767


22

C TATAY

Andreas Perez 77 KTM

1:40.426

+0.814


23

T SUZUKI

SIC58 Honda

1:40.443

+0.831


24

J KORNFEIL

Prüstel KTM

1:40.480

+0.868


25

A LÓPEZ

Estrella Galicia 0,0 Honda

1:40.604

+0.992


26

K MASAKI

RBA KTM

1:40.646

+1.034


27

A OGURA

Asia Honda

1:40.662

+1.050


28

J ALCOBA

RBA KTM

1:40.875

+1.263


29

R ROSSI

Gresini Honda

1:40.887

+1.275


30

T BOOTH-AMOS

CIP KTM

1:40.934

+1.253


31

A SASAKI

PETRONAS Honda

1:41.851

+2.084






Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também