Martinelli avalia Fluminense com 'totais condições' de vencer o clássico e vê postura diferente após derrota

LANCE!
·3 minuto de leitura


Praticamente com força máxima, o Fluminense acabou perdendo para o Volta Redonda por 3 a 2 na última rodada do Campeonato Carioca. Mas o tempo para lamentação é pouco. Nesta terça-feira, o Tricolor volta a entrar em campo, desta vez para o clássico contra o Vasco, às 21h35, no Estádio Raulino de Oliveira, pela sétima rodada. O volante Martinelli admitiu, em entrevista coletiva, os desafios da partida, mas projetou um bom desempenho do time do técnico Roger Machado.

> Nove meses da reestreia: o que mudou no Fluminense após a paralisação do futebol

- Sabemos que é um jogo difícil, clássico é decidido em detalhes. Na temporada passada tivemos um grande desempenho contra os rivais. Estamos estudando o adversário, tenho certeza que faremos um grande jogo e vamos conseguir a vitória. O Vasco é um time em construção, vimos um pouco do jogo deles. Será um grande jogo, um divisor de águas. Temos que estar focados para garantir os três pontos. Sabemos que as rodadas estão acabando, está afunilando. Os quatro primeiros avançam, temos totais condições de vencer e entrar na briga pelo G4 - disse o volante, que admitiu os erros da última rodada.

- Muita gente estava voltando, sabemos que não fizemos um bom primeiro tempo, mas o que ficou de lição foi nossa reação depois do intervalo. Fizemos um belo segundo tempo, apesar do gol no final. Será uma postura diferente. Já analisamos esse jogo, sabemos onde tivemos falhas. Vamos tentar minimizar isso. Vamos explorar nosso lado forte, construímos bastante, tivemos chances. Tenho certeza que no clássico vamos nos impor para sair com o resultado positivo - completou.

Confira a tabela do Campeonato Carioca

O último jogo foi apenas o segundo de Martinelli na atual temporada. Ele ficou, assim como a maioria dos companheiros, fora das primeiras partidas para descansar, já que o Flu garantiu a classificação para a fase de grupos da Libertadores. Assim, somente agora o volante está tendo a oportunidade de sentir as mudanças do trabalho de Roger Machado. O jogador elogiou os métodos do treinador.

- Sabemos que não mudou muito, são estilos de jogo parecidos. Fizemos uma ótima temporada. O Roger tem ideias muito boas e claras, e passa isso para nós nos treinamentos. Tenho certeza que com isso seremos um time ainda mais forte. Temos tudo para fazer um grande ano. Ele sempre conversa com os atletas para saber em qual posição se sente mais confortável. Acho que isso tira o melhor dos jogadores, que ficam mais à vontade. É interessante. Ele sempre passa nosso posicionamento, passa bem, tem ideias claras. Tenho certeza que vai nos ajudar muito para fazermos uma excelente temporada e dar alegrias ao torcedor.

Prestes a estrear na Libertadores, o Fluminense continua no mercado em busca de reforços pontuais para a equipe. Martinelli afirmou não saber se algum novo jogador virá e comentou a relação com Hudson e Wellington, dois de seus concorrentes. O primeiro assinou um novo empréstimo com o Flu, enquanto o segundo foi um dos novos atletas apresentados pelo Tricolor.

- Não sabemos de nada, deixamos para a diretoria, que sabe o melhor para o clube. Se tiver que vir reforços, vamos acolher muito bem. Se não, sabemos que temos um grupo muito qualificado. Mostramos isso na temporada passada. Eu, Hudson e Wellington temos uma relação muito boa. Eles, mais experientes, passam para nós, mais jovens, informações, o que temos que melhorar. Então temos uma relação saudável. Quem for acionado vai estar pronto e vai corresponder - avaliou.

Sobre a competição continental, o jovem, que fará sua primeira participação no torneio, falou sobre a expectativa. O sorteio dos grupos está marcado para o dia 9 de abril. A estreia deverá ser entre os dias 20 e 22 do próximo mês.

- É um sonho de menino. Desde pequeno sempre assisti à competição. É um sonho se realizando, disputando pelo Fluminense. Tenho certeza que o grupo todo está animado. Os mais jovens e os mais experientes, que já jogaram e estão com o mesmo sentimento. Tenho certeza que faremos uma grande competição - concluiu.