Martine e Kahena buscam o ouro na etapa de Hyères da Copa do Mundo

Campeãs olímpicas lideram a disputa da classe 49er FX na França; Na RS:X feminina, Patrícia Freitas vai à regata de medalha

Com um lugar no pódio nas mãos, as campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze disputam a regata de medalha neste sábado, em busca do ouro na Copa do Mundo de Hyères, na França. A dupla lidera a classificação da classe 49er FX com 32 pontos perdidos e precisa ficar entre as seis primeiras na última corrida para conquistar o título. Na RS:X Feminina, Patrícia Freitas também está na regata de medalha, com a quinta colocação.

As disputas decisivas serão transmitivas ao vivo pela internet, a partir de 7h (horário de Brasília), no perfil da Confederação Brasileira de Vela (CBVela) no Facebook e no canal da World Sailing no YouTube.

- A gente teve um dia bom, continua na liderança e agora vai para a medal race. É tentar fazer o feijão com arroz e não ter uma regata ruim deste sábado. Estamos felizes de continuar andando na frente na flotilha, mesmo depois de uma pausa após os Jogos Olímpicos, e isso é muito gratificante - afirmou Martine.

A regata de medalha da 49er FX está prevista para 7h50 (de Brasília). Martine e Kahena lideram a competição desde o começo, mostrando grande regularidade. Chegaram entre as três primeiras colocadas em 8 das 12 regatas até aqui e estão à frente das alemãs Victoria Jurczok e Anika Lorenz, que aparecem em segundo lugar com 44 p.p. As britânicas Charlotte Dobson e Saskia Tidey estão em terceiro (55 p.p.).

Na RS:X feminina, Patrícia Freitas teve uma sexta-feira difícil com o vento inconstante de Hyères. Avançou à regata de medalha na quinta posição, com 87 pontos perdidos, mas sem chance de subir no pódio. Na mesma classe, Bruna Martinelli encerrou sua participação com o 25º lugar (196 p.p.).

- Esse dia foi um pouco frustrante, mas, levando em conta que é a minha primeira regata internacional após os Jogos Olímpicos, estou satisfeita - disse Patrícia.

Na classe Finn, a Equipe Brasileira de Vela ainda tem mais uma chance de pódio com Jorge Zarif, neste domingo. O velejador está na oitava posição, com 61 pontos perdidos. Neste sábado, Zarif disputa as últimas duas regatas da fase de classificação, assim como André Mirsky, que está em 33º lugar (213 p.p.).

A etapa de Hyères é a última antes da final da Copa do Mundo, marcada para Santander (Espanha), em junho. Em 2016, o Brasil conquistou duas medalhas de prata na competição francesa, com Martine Grael e Kahena Kunze (49er FX), e Fernanda Oliveira e Ana Barbachan (470 feminino).














E MAIS: