Martin Silva rechaça crise no elenco do Vasco com treinador

David Nascimento

A semana do Vasco ganhou contornos polêmicos nesta semana. O zagueiro Rodrigo pediu uma licença e está para deixar o clube, enquanto as conversas com Anderson Martins para a posição avançaram. Um dos argumentos é a de que Rodrigo e alguns companheiros estariam insatisfeitos com a metodologia do técnico Milton Mendes. Em entrevista coletiva após o treino na noite desta quinta-feira, em São Januário, o goleiro Martin Silva rechaçou qualquer tipo de crise no grupo.

- Sobre os jogadores, tem que perguntar a eles. No grupo, ninguém se manifestou sobre carga e quantidade de trabalho. Não é público no vestiário. Para mim não é verdade. Pelo menos não sei. O trabalho que estamos fazendo não é nada de incomum. Foram só dois integrais essa semana, nada demais. Precisamos de cada treino para melhorar - afirmou o goleiro antes de garantir que nada mudou no ambiente entre as vitórias e derrotas:

- Não mudou nada, os treinamentos estão na mesma intensidade e cobranças de sempre. Nos primeiros dias após a eliminação no Campeonato Carioca não estávamos no melhor humor por causa justamente da eliminação, mas agora sabemos que não temos tempo a perder e estamos com a cabeça boa. Vai dar frutos daqui para frente com essa motivação os trabalhos que estão sendo realizados agora.

Vale lembrar que na última terça-feira, o presidente Eurico Miranda fez uma reunião com Milton Mendes, dando carta branca ao treinador para que faça as alterações necessárias. E a saída de Rodrigo, com contrato com o Vasco válido somente até o fim deste ano, já vinha sendo desenhada depois que as conversas pelo acerto com Anderson Martins ganharam corpo. Até o próximo jogo oficial do Cruz-Maltino, na estreia no Campeonato Brasileiro, dia 14 de maio, contra o Palmeiras, novos capítulos desta novela ganharão corpo. Resta saber qual.





E MAIS: