Marta quebra recorde e comanda goleada do Brasil sobre a China na estreia das Olimpíadas de Tóquio

·2 minuto de leitura

Futebol ou concerto? A estreia da Seleção Brasileira feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio foi um autêntico recital. Aos movimentos mais singelos da maestra Marta, as comandadas de Pia Sundhage não tomaram conhecimento das adversárias chinesas e aplicaram uma sonora goleada de 5 a 0, em Miyagi, na abertura do Grupo F. Difícil imaginar um início melhor.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A camisa 10 brasileira foi o grande nome da partida, anotando dois dos cinco gols e chamando a responsabilidade ao fazer o time rodar. O Brasil sabia o que queria desde o começo, o que fez toda diferença. Além da Rainha, Debinha, Andressa Alves e Bia Zaneratto completaram o marcador, que poderia ser maior, apesar dos sustos defensivos que o time sofreu em parte da segunda etapa, dando trabalho à goleira Bárbara. A partida também teve como registro mais um recorde quebrado por Marta, que se tornou a primeira jogadora a marcar em cinco edições olímpicas distintas.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O T (da comemoração) foi para a Toni, tentei fazer no primeiro gol mas a galera me abraçou, depois fiz no segundo. Começamos com o pé direito, vamos que vamos, é só o começo.Marta, na saída de campo

Com o resultado, as brasileiras vão com mais tranquilidade para encarar a Holanda no próximo sábado e fechar a participação na fase de grupos contra a Zâmbia, na terça-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos