Marta é eleita para a seleção de 2016 da Federação dos Jogadores

A brasileira Marta segue sendo lembrada em eleições que escolhem as melhores jogadoras do mundo. Apesar de perder o prêmio da Fifa em 2016, com a americana Carli Lloyd como vencedora, a alagoana entrou na seleção de 2016, apontada pelo FIFPro, a Federação dos Jogadores Profissionais.

A camisa 10 da Seleção Brasileira, em 2016, foi uma das líderes da equipe comandada por Oswaldo Alvarez nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O País acabou perdendo a disputa do bronze para o Canadá.

Atualmente, Marta joga no Rosengard, da Suécia. Ela está na equipe desde 2014, e já conquistou o título nacional duas vezes, em seu primeiro ano no clube e também em 2015.

Além da brasileira, única do País na lista, outros nomes conhecidos do futebol feminino entraram na lista. A goleira Hope Solo, mesmo sem time atualmente, foi eleita a melhor arqueira. Carli Lloyd, melhor do mundo pela Fifa, também está na seleção.

O destaque é o ataque formado exclusivamente por jogadoras do Lyon, da França. A americana Alex Morgan, a francesa Eugenie Le Sommer e a norueguesa Ada Hegerberg formam o trio de frente.

Confira a seleção do ano, eleita pela Federação dos Jogadores Profissionais:

Goleira: Hope Solo (sem clube)

Defensoras: Leonie Maier (Bayern de Munique), Nilla Fischer (Wolfsburg), Wendie Renard (Lyon) e Ali Krieger (Orlando Pride)

Meio-campistas: Dzsenifer Marozsan (Lyon), Carli Lloyd (Manchester City) e Marta (Rosengard)

Atacantes: Alex Morgan (Lyon), Eugenie Le Sommer (Lyon) e Ada Hegerberg (Lyon)